<
>

Roma bate CSKA com um a mais e encaminha vaga nas oitavas de final da Champions League

play
Fantasy: monte toda semana um time de 8 jogadores com os melhores do futebol internacional (0:30)

Você pode montar seu time da Premier League, da LaLiga ou da Uefa Champions League (0:30)

A Roma encarou o CSKA nesta quarta-feira em Moscou, na Arena CSKA, pela quarta rodada do Grupo G da Champions League, e repetiu o desempenho do último encontro entre os dois times: venceu por 2 a 1, chegando a nove pontos na competição.

Kostas Manolas e Lorenzo Pellegrini foram os responsáveis pelos gols do time da capital italiana. Arnór Sigurdsson, em noite especial, descontou para o time russo: este foi o primeiro tento do islandês com a camisa do CSKA.

Primeira colocada provisória do grupo, que ainda conta com Real Madrid e Viktoria Plzen, a Roma agora espera o resultado do time espanhol, que entra em campo ainda nesta quarta. Apesar de ainda ter dois jogos até a próxima fase, a equipe da capital italiana encaminhou a classificação para o mata-mata.

Para os donos da casa, no entanto, somente a vitória interessava. A derrota – a segunda na competição, a segunda para a Roma – deixa o CSKA, terceiro colocado, com os mesmos quatro pontos que tinha quando entrou em campo, e a equipe se complica muito na busca por uma vaga. Restam dois confrontos, diante do Viktoria e do Real Madrid, mas, ao que tudo indica, deverá conquistar apenas um lugar nos 16avos de final da Liga Europa.

O jogo

O primeiro gol veio logo aos quatro minutos e, para surpresa de muitos, de um zagueiro. Após cobrança de escanteio, Akinfeev saiu mal na tentativa de se adiantar para a defesa e até encostou na bola, mas não segurou a cabeçada de Kostas Manolas. Este foi o primeiro tento do grego na Champions e o segundo na temporada.

Desesperado pelo resultado positivo, o CSKA se lançou ao ataque na tentativa de furar o bloqueio italiano. Foi mais agressivo e chegou mais vezes à meta no restante do primeiro tempo, mas não conseguiu marcar.

No segundo tempo, a Roma novamente teve a primeira oportunidade clara de gol. Logo aos dois minutos, Justin Kluivert conduziu a bola pela esquerda e Dzeko, livre, pediu. Ele recebeu, mas demorou para ajeitar e o chute acabou bloqueado pela zaga do CSKA.

Assim como na primeira etapa, os donos da casa continuaram buscando e propondo jogo. Mais intenso, o CSKA apostou na posse de bola e, desta vez, funcionou: aos seis minutos, Sigurdsson, de 19 anos, balançou a rede e deixou o placar igualado. Este foi o primeiro gol do jovem atleta na competição.

O tento animou a equipe, a partida e a torcida, que não parava de cantar na Arena CSKA. Com 53% de posse, os donos da casa continuaram levando perigo à meta de Robin Olsen - pelo menos até os 11 minutos, quando Hórdur Magnússon foi expulso. O zagueiro, que já tinha cartão amarelo, fez falta dura em Justin Kluivert e levou o segundo, deixando o campo e o time cedo demais.

Não demorou muito para a Roma fazer bom proveito da superioridade numérica. Quatro minutos depois, Lorenzo Pellegrini, dentro da área, recebeu assistência de Bryan Cristante e bateu na saída do goleiro Akinfeev, recolocando a Roma na frente.

Com o placar favorável, a Roma apenas administrou o jogo e tomou precauções até o final. O CSKA, por outro lado, se arriscou com um a menos e, nos segundos finais, até Akinfeev foi para a área, mas não foi o suficiente para reverter os 2 a 1.

Próximos compromissos

A Roma volta a campo no próximo domingo, contra a Sampdoria, pelo Campeonato Italiano. O time é o nono colocado e não vence há três rodadas. Já o CSKA enfrenta o Zenit, também no domingo, pelo Campeonato Russo. O time é o quinto colocado do torneio nacional.