<
>

Real Madrid: Vinícius Jr. titular? Empolgação à parte, números dão certa razão a quem pede brasileiro; veja

Vinícius Jr. empolgou a torcida do Real Madrid. Após a vitória por 4 a 0 do time misto do clube contra o pequeno Melilla, da terceira divisão, na quarta (31), pela Copa do Rei, os merengues decidiram que querem o brasileiro como titular da equipe.

Duas enquetes no portal do jornal espanhol As deixaram isso bem claro. Na primeira, mais de 90% dos torcedores afirmaram que querem ver Vinícius Jr. começando a partida desse sábado (3) contra o Real Valladolid, às 12h, com transmissões da ESPN Brasil e do WatchESPN.

Na segunda, o escolhido pelos madridistas para deixar o time e dar lugar ao brasileiro foi o galês Gareth Bale - o que faz sentido, afinal, Bale ocupa o mesmo setor do campo do ex-jogador do Flamengo, pela esquerda do ataque.

Ok, o desejo da torcida já é conhecido. Mas será que os números dão razão àqueles que pedem Vinícius na equipe principal do Madrid?

MÉDIAS POR JOGO

De acordo com o TrueMedia, software da ESPN de estatísticas, Vinícius entrou em campo três vezes pelo time principal do Real Madrid. Com o técnico Lopetegui, porém, conseguiu ínfimos 15 minutos em campo.

Em 29 de setembro, entrou aos 41 do 2º tempo no empate em 0 a 0 com o Atlético de Madrid. Na derrota por 1 a 0 para Alavés, em 6 de outubro, entrou aos 35 da segunda etapa.

Assim, efetivamente, o único jogo dele pelo time foi mesmo com o Melilla. A comparação de Vinícius com os colegas de posição, portanto, fica distorcida, no que diz respeito às médias. Mesmo assim, vale observar os números.

Considerando os cinco homens de frente no plantel madridista, Vinícius supera os demais por muito, quando analisada somente sua atuação contra o Melilla. Mas, mesmo na média, considerando que ele soma três aparições que, na verdade, são 105 minutos, os números dos jogadores são muito bons.

Mesmo na comparação das médias, em que pese a falta de minutos, Vinícius mostra bom desempenho em assistências por jogo (0,67), superior aos colegas de setor. No que diz respeito à criação de chances, ele também lidera, com média de duas chances criadas por jogo em que atuou.

Quando comparamos, de maneira isolada, a atuação dele contra o Melilla, os números são muito favoráveis ao brasileiro.

Com 64 ações com bola, ele tem quase 19 a mais que Bale, que soma 45,5. Os seus 32 passe no jogo também superam bastante a média dos atacante do time. As quatro finalizações dele, porém, o colocam em empate técnico com Bale, que chutou, em média, 3,56/jogo. As suas duas assistências na partida, bem como as seis chances criadas, também impressionam.

É evidente que Vinícius não tem ainda como ser comparado de maneira justa com os colegas de time. Mas, não resta dúvida de que, até o momento, seus números formam um bom presságio.

Técnico interino do Real Madrid, Santiago Solari, comandante do time B do clube, o Real Castilla, conhece bem o brasileiro. Foi sob direção dele que o jogador brilhou na terceira divisão e contra o Melilla. Mas ele não confirmou se o ex-rubro-negro será titular neste sábado.

Se quiser agradar a torcida e o presidente do clube, Florentino Pérez, que apostou alto na chegada do jogador, terá, porém, bons argumentos favoráveis à escalação do jogador.