<
>

Jornal: aposta de R$ 21 milhões faz goleada do PSG na Champions ser investigada por manipulação

play
Neymar dá show, e PSG goleia Estrela Vermelha na Champions; veja as melhores imagens (1:26)

Time parisiense fez 6 a 1 com três de Neymar, um de Cavani, um de Di Maria e um de Mbappé (1:26)

A goleada de 6 a 1 do PSG sobre o Estrela Vermelha, na última semana, pela Uefa Champions League, está sendo investigada por suspeita de manipulação de resultado. A informação é do jornal francês “L’Equipe”.

Segundo a reportagem, o alerta foi aceso na Uefa após uma denúncia de uma aposta de quase 5 milhões de euros (mais de R$ 21 milhões na cotação atual) de que a equipe sérvia perderia por cinco gols de diferença.

A Uefa alertou a Procuradoria Nacional Financeira (PNF) da França da suspeita dias antes do duelo, que já causava preocupação nas autoridades policiais locais por outro motivo, os possíveis confrontos violentos entre torcedores.

Na Uefa, o caso é tratado com sigilo total, segundo o jornal. O atual presidente Aleksander Ceferin e um assessor próximo seriam os únicos com a informação na entidade.

A denúncia partiu de um informante, que revelou que um antigo dirigente ligado ao Estrela Vermelha estava pronto para fazer a aposta milionária, com expectativa de ganho ainda maior, que o clube sérvio seria goleado.

O PSG afirmou receber “com grande surpresa e indignação” as informações.

“Nenhum membro do clube foi solicitado a discutir qualquer assunto que não fosse estritamente relacionado à organização da partida, ou seja, reuniões, visitas e outros protocolos padrão que envolvem partidas da Champions League”, manifestou-se o clube.

“O PSG reitera seu compromisso com os princípios fundamentais do esporte, a integridade da competição e consequentemente recusa qualquer prática que poderia colocar em dúvida essa integridade.”

No último dia 3 de outubro, em partida válida pela segunda rodada do grupo C, o PSG fez 6 a 1 no Estrela Vermelha no Parc des Princes com show de Neymar, autor de três dos seis gols da goleada - completada com tentos de Cavani, Di María e Mbappé.