<
>

Algoz do São Paulo, Colón cai na Sul-Americana para o Junior Barranquilla

getty

O Colón está eliminado da Copa Sul-Americana. Depois de perder a partida de ida das oitavas de final para o Junior Barranquilla, na Colômbia, por 1 a 0, o time argentino empatou o duelo da volta por 1 a 1, no Estádio Brigadier General Estanislao López, o Cemitério de Elefantes, e deu adeus à competição continental.

Responsável por eliminar o São Paulo na segunda fase, o Colón atuou grande parte do jogo com 10 jogadores, assim como o Junior Barranquilla, já que Barrera e Heredia foram expulsos ainda no primeiro tempo após confusão.

Na marra, os argentinos abriram o placar com Matías Fritzler, mas o experiente Téo Gutiérrez veio do banco e deu grande assistência para Daniel Moreno marcar e decretar o 1 a 1, classificando os colombianos às quartas de final, onde enfrentarão o Defensa y Justicia.

Primeiro tempo quente

Os primeiros minutos da partida foram de muita intensidade. Precisando vencer por pelo menos dois gols para se classificar, o Colón tentava tomar as rédeas e propor o jogo, enquanto o Junior Barranquilla buscava escapar nos contra-ataques.

Logo em seu primeiro ataque, os argentinos chegaram com o atacante Javier Correa. O meio-campista Tomás Chancaly avançou pela ponta esquerda em direção à área e deu passe açucarado para o camisa 11, que, atrapalhado pela marcação, bateu fraco, facilitando a defesa do goleiro Viera.

O troco do time colombiano não tardou. Após lançamento para a área, a zaga do Colón bateu cabeça e a sobra ficou com Sebastián Hernández. Na entrada da área, o número sete arrematou de primeira, mas mandou por cima da meta defendida por Burián.

O jogo perdeu em técnica a partir da segunda metade do primeiro tempo, quando as equipes, sem eficiência nos passes, começaram a utilizar mais a força física.

Com isso, os choques se tornaram recorrentes e os ânimos se exaltaram. Após entrada dura, o clima esquentou e Barrera e Heredia discutiram. O árbitro optou por expulsar ambos, deixando os dois times com 10 jogadores.

Colón sai na frente, mas Junior empata e avança

Ciente da necessidade de marcar ao menos um gol, o time argentino se lançou ao ataque na volta do intervalo e encurralou o Junior Barranquilla, que não conseguia se desvincilhar da postura do adversário como no primeiro tempo.

De tanto cruzar bolas na área, o Colón inaugurou o marcador aos 30 minutos, com Matías Fritzler, responsável por balançar as redes do Morumbi na vitória histórica da equipe diante do São Paulo. Iluminado, o capitão apareceu sozinho após cobrança de falta e cabeceou para o fundo da rede.

No entanto, o Junior Barranquilla contou com a estrela do experiente Téo Gutiérrez para dar a resposta. Três minutos depois de sair do banco de reservas, o ex-Sporting e River Plate deu passe certeiro para Daniel Moreno tocar na saída do goleiro Burián, decretar o 1 a 1 e colocar a equipe colombiana nas quartas de final da Copa Sul-Americana.