<
>

Aliviado, Guardiola admite que Manchester City jogou com medo contra o Hoffenheim

Considerado um dos melhores técnicos do mundo, Pep Guardiola viveu um dia atípico em sua vitoriosa carreira. Isso porque ele mesmo admitiu grande receio nesta terça-feira, dizendo que o Manchester City atuou contra o Hoffenheim, em jogo válido pela Uefa Champions League, com uma grande responsabilidade e até mesmo um pouco de medo.

"Depois do último jogo, era muito importante que a gente não perdesse. A vitória na Alemanha é sempre complicada e podemos comemorar esses três pontos, porque lutamos muito por eles. Nós jogamos com um pouco de medo. No segundo tempo, ficamos mais intensos e, como eles são muito organizados defensivamente, não foi fácil, mas encontramos o momento certo para ganhar o jogo", disse o treinador, bastante aliviado com a virada fora de casa e a primeira vitória na Champions, já que na estreia, atuando em casa, o City foi derrotado pelo Lyon.

E o espanhol, campeão da Champions pelo Barcelona em duas oportunidades, sabe como poucos como a competição é difícil, mas acredita que uma vitória como a conquistada nesta terça-feira pode ser um diferencial para os próximos jogos.

"Se tivermos condições de passar de fase nessa competição, teremos aprendido sobre o que temos que fazer para vencer os adversários, tenho certeza. O nosso desempenho hoje vai ser bom para o nosso futuro como um clube", completou.

Com os três pontos conquistados, o Manchester City assumiu a vice-liderança do Grupo F, apenas um ponto atrás do Lyon, que, nesta terça, empatou com o Shakhtar, próximo adversário do time inglês.