<
>

Palmeiras mandará relatório com erros do árbitro Wagner Reway na Copa do Brasil para a CBF

O Palmeiras enviará à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) um dossiê com os erros que em sua opinião considera que aconteceram na arbitragem de Wagner Reway durante a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, na última quarta-feira, pela semifinal da Copa do Brasil.

Na opinião do clube alviverde, não houve falta de Edu Dracena em cima do goleiro Fábio no último lance da partida, o que levou à não validação do gol marcado pelo zagueiro Antônio Carlos na sequência da jogada, aos 52 minutos do segundo tempo.

O Verdão considera principalmente que Reway não seguiu a recomendação da própria CBF, que pede para que os juízes deixem lances duvidosos seguirem até que o gol seja marcado, pedindo depois a revisão via VAR para valiar ou não o tento.

Logo após o jogo, o diretor de futebol Alexandre Mattos expôs o fato publicamente.

“O que estragou foi o despreparo deles próprios. O Sergio Corrêa [presidente da Comissão de Arbitragem da CBF], que é o responsável pelo VAR, esteve no meu vestiário antes do jogo e disse para mim para o Felipão o seguinte: ‘Avisa os seus jogadores que lance capital é para seguir até o fim e depois nós vamos ver no VAR o que aconteceu’”, contou Mattos.

“Eu perguntei para ele: ‘Se um bandeira levanta e todo mundo para, que é normal’. Ele disse: ‘Não parem porque depois o VAR vai fizer se foi impedido ou não’. O que aconteceu foi absolutamente o contrário. Ele parou o lance antes, de maneira precipitada, contra recomendação deles próprios, que é o que faz a gente vir aqui falar especificamente falar de um lance que foi determinantes sem dúvida alguma”, completou, antes de bater ainda mais forte na arbitragem e dar a entender que o país ainda não está pronto para implementar o VAR", acrescentou.

“O erro aconteceu porque o árbitro de maneira precipitada, contra recomendação deles próprios, parou o lance. Isso mostra despreparo. Não estamos preparados ainda para isso. Gera mais polêmica, mais irritação e coloca dúvida em tudo que tá acontecendo”, completou.

Esse é o segundo jogo seguido em que o Palmeiras reclama da arbitragem. Na vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o time palestrino ressaltou que o juiz Jean Pierre Lima não marcou dois pênaltis claros a seu favor.

Assim como no caso de Reway, a equipe verde enviou documentação à CBF listando os erros de Lima.