<
>

Fluminense quer usar Estádio Nilton Santos durante ausência do Maracanã

A diretoria do Fluminense fez uma consulta ao Botafogo sobre a possibilidade de alugar o Estádio Nilton Santos para duas ou três partidas no Rio de Janeiro ainda este ano. Isso porque o Maracanã vai precisar ficar fechado para algumas ocasiões e neste período o Tricolor vai precisar de uma casa. Nesta quinta-feira o consórcio que administra o maior estádio da cidade começou a implementar a troca do gramado, alvo de críticas de vários jogadores.

A troca do gramado vai se estender até 9 de outubro, porém, no dia 4 de outubro, o consórcio concordou em criar condições para que o Fluminense possa enfrentar o Deportivo Cuenca do Equador pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Dessa maneira, o problema para o Fluminense, em um primeiro momento, se limita a dois jogos: contra Grêmio, no dia 29 de setembro, e Paraná, em 6 de outubro. Além disso, é possível que no dia 21 de outubro o Tricolor precise escolher outro local para duelar com o Atlético-MG, já que há a possibilidade de o estádio estar fechado para a montagem de palco do show do Roger Waters, marcado para o dia 24 de outubro.

O bom relacionamento entre os presidentes do Fluminense, Pedro Abad, e do Botafogo, Nelson Mufarrej, deve facilitar um acordo. O próprio dirigente botafoguense sempre deixou bem claro que deixa a rivalidade de lado em nome das finanças para lucrar com o aluguel do campo. Nos próximos dias as partes vão sentar e discutir os detalhes do acerto. Jogando no Rio de Janeiro, o Tricolor evita o desgaste de viagens como mandante.

Dentro de campo o elenco segue se preparando para a partida contra o Atlético-PR marcado para este domingo, às 16h (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time será definido no treino desta sexta-feira pela manhã. Com 31 pontos conquistados e embalado pela vitória de 1 a 0 no clássico contra o Botafogo, o Tricolor busca um triunfo para tentar entrar de vez na briga por um lugar no G-6, a zona de classificação para a próxima Copa Libertadores. Além disso, o resultado positivo tornaria a zona de rebaixamento ainda mais distante.