<
>

Conheça o 'Seu Madruga' que mora em clube há 10 anos e acaba de eliminar gigante que luta por Libertadores

play
ESPN lança Fantasy de futebol internacional (0:30)

Você poderá montar seu time da Premier League da Inglaterra, da LaLiga da Espanha ou da Uefa Champions League (0:30)

A segunda-feira marcou uma das maiores surpresas da Copa da Argentina, com o Brown de Ardogué, da segunda divisão, eliminando o poderoso Independiente nos pênaltis, após empate por 1 a 1, e conseguindo a classificação às oitavas de final. O clube de Avellaneda não é apenas o maior vencedor da Copa Libertadores com sete títulos, como também está nas quartas de final desta edição, na qual enfrentará o River Plate.

Tão surpreendente quanto o resultado em si é a história de quem comanda o modesto time. Pablo Vicó é uma personalidade icônica. Apelidado de ‘Don Ramón’, por ser parecido com o ‘Seu Madruga’, personagem de ‘Chaves’ e que era interpretado por Ramón Valdez, ele é o comandante da equipe desde 2009, quando recebeu uma oportunidade depois de passar pelas equipes de base.

No entanto, sua relação é bem mais longa e bem mais intensa. No Brown de Ardogué, ele sente-se em casa, literalmente. Há 20 anos ligado ao clube, ele mora por lá há cerca de uma década, como publica o jornal La Nación. Ele tem um quarto a cerca de 20m do gramado.

A publicação ainda aponta que o técnico de 72 anos é visto varrendo ou passando um pano, segundo os jogadores, quando estes chegam ao treino.

Vicó é tão ligado ao clube, que suas vestimentas comprovam tal realidade. "São raras as vezes que não me encontra com a roupa do clube. Há técnicos que comandam de terno e gravata, mas eu não posso, não estou cômodo", disse em entrevista à emissora TyC Sports.

Apesar da alegria que desfruta com seu time hoje, há três anos o ‘Seu Madruga’ passou por uma enorme tragédia: a morte do filho em um acidente automobilístico. Depois disso, sempre de acordo com o La Nación, sofreu um infarto e pensou em largar tudo.

Uma foto do seu filho em seu quarto no clube lhe dá forças a seguir adiante. Força que ajudou a uma das maiores surpresas do futebol argentino tomar forma.