<
>

'Por que voltei para a Itália? Aqui a massa é muito boa', diz Boateng, ex-meia do Milan

play
ESPN lança Fantasy de futebol internacional (0:30)

Você poderá montar seu time da Premier League da Inglaterra, da LaLiga da Espanha ou da Uefa Champions League (0:30)

Kevin-Prince Boateng teve uma ótima passagem pelo Milan, onde atuou ao lado até mesmo de Ronaldinho. Depois de atuar por Las Palmas, da Espanha e Eintracht Frankfurt, da Alemanha, ele está de volta ao Campeonato Italiano, defendendo o Sassuolo. E o motivo para esse retorno à Itália é bastante curioso, segundo o próprio contou em entrevista coletiva nesta terça-feira.

"Aqui tem massa e massa muito boa. Comida tão boa assim não é normal, tenho até mesmo que tomar cuidado para não engordar", disse ele, divertindo os jornalistas presentes. "Recentemente, fui comer em um restaurante e estava tudo tão bom, que fui até a cozinha dar um abraço no chef", relatou o atleta, que já marcou um gol na atual edição da Série A.

Depois disso, o jogador, irmão do zagueiro Jerome Boateng, do Bayern de Munique e campeão mundial em 2014, revelou que a troca de técnico em sua ex-equipe foi um dos fatores que o fez decidir trocar de equipe.

"Não fui embora da Alemanha apenas para estar mais perto da família. A saída de Kovac também influenciou na minha decisão. Não é nenhum segredo que eu fui jogar no Frankfurt por causa dele. Além disso, sei que algum dia posso retornar ao clube e serei recebido de braços abertos", disse ele, orgulhoso da boa temporada que fez pela equipe, sendo campeão da Copa da Alemanha.

"Eu tenho trabalhado mais do que o habitual nas últimas três ou quatro temporadas. Antes, eu era um pouco indisciplinado. Agora sou totalmente profissional, mesmo fora de campo. Neste momento, dou nota 7 para minha carreira. Ás vezes, estive perto de 8, mas reconheço que também já estive abaixo do 5", admitiu o meia, que já se envolveu em inúmeras polêmicas ao longo dos anos.