<
>

Cabañas diz que fechou com o Manchester United antes de ser baleado

Salvador Cabanãs brilhava com a camisa do América do México e era um dos principais jogadores da seleção paraguaia quando, em janeiro de 2010, tomou um tiro na cabeça. Hoje, com 38 anos, recuperado do trauma, o ex-jogador deu uma entrevista ao canal paraguaio Telefuturo, e revelou que estava prestes a trocar de clube quando foi baleado.

O atacante disse que o América estava tentando a todo custo mantê-lo na equipe, mas que ele já estava acertado com o Manchester United.

“Eu havia assinado um pré-contrato de 1,3 milhão de libras (cerca de R$7 milhões na cotação atual) por uma transferência para a Europa. Eles me disseram que o meu destino seria o Manchester United…O América dobrou o meu salário e me deu um apartamento em Acapulco e outro em Cancún para tentar me manter no clube”, revelou.

Além disso, o ex-jogador falou sobre o difícil momento que passou após ter sido baleado, e revelou também que não recebeu nenhuma assistência da Federação Paraguaia de Futebol.

“É triste. Eu era um ídolo no Paraguai, mas ninguém da Federação ou da minha equipe se apresentou para me ajudar. As pessoas comuns se lembram de mim, eu as respeito muito e é isso que faz você continuar. Isso é a vida, faz parte da carreira de um jogador”, completou.