<
>

Holanda vence o Peru de virada na despedida de Sneijder

Wesley Sneijder se despede da seleção Holandesa e é homenageado no amistoso diante do Peru. Getty Images

O meio-campista Wesley Sneijder se despediu da seleção holandesa com vitória. Nesta quinta-feira, Sneijder e companhia receberam o Peru na Amsterdam Arena para homenagear seu craque em partida amistosa. Depois de sair atrás, os holandeses contaram com dois gols do atacante Memphis Depay e viraram o duelo, vencendo por 2 a 1.

Repetindo as triangulações e o bom toque de bola da Copa do Mundo, o Peru tomou conta dos primeiros minutos de partida e saiu na frente com Pedro Aquino após cobrança de escanteio de Cueva. No entanto, o bom momento sul-americano parou por aí e a Holanda dominou o restante do primeiro tempo. O eficiente sistema defensivo peruano, contudo, brecou qualquer boa oportunidade da seleção europeia.

Para a segunda etapa, Ronald Koeman, treinador da Holanda, trocou a dupla de volantes. A mudança elevou a qualidade da saída de bola da equipe, que chegou ao empate justamente com uma jogada criada por um dos substitutos. Após roubada de bola no ataque, De Jong acionou Memphis Depay e o atacante do Lyon marcou. Mais tarde, o camisa 9 foi às redes de novo e decretou a vitória holandesa na despedida de Sneijder.

O Peru volta aos gramados para mais um amistoso neste domingo, quando enfrenta a Alemanha, às 15h45 (de Brasília), na Rhein-Neckar-Arena. No mesmo dia e horário, a Holanda pega a França, no Stade de France, pela segunda rodada do Grupo 1 da Liga das Nações.

O Jogo

Com um toque de bola eficiente e agressivo, assim como na Copa do Mundo, o Peru dominou o início da partida. Logo aos doze minutos, Jefferson Farfán recebeu na entrada da área e bateu colocado para grande defesa de Cillesen. Porém, o arqueiro do Barcelona nada pôde fazer na sequência, quando Cueva cobrou escanteio e Pedro Aquino subiu mais alto que toda a defesa holandesa para marcar seu primeiro tento pela seleção sul-americana e abrir o marcador.

Após sair na frente, a equipe de Ricardo Gareca abdicou do ataque e se postou no campo de defesa. Aproveitando a tática defensiva do adversário e a subida dos alas, já que jogava com três zagueiros, a Holanda instaurou uma pressão depois dos 30 minutos. No entanto, o sólido sistema defensivo do Peru brecava qualquer infiltração da seleção holandesa, que viu os arremates de fora da área como válvula de escape. Depay, Sneijder e Bling tentaram, mas pecaram na pontaria e sequer testaram o goleiro Gallese.

Ao perceber a dificuldade de seu time na criação, Ronald Koeman voltou com uma nova dupla de volantes do intervalo. Wijnaldum e Strootman deram lugar a Propper e De Jong. A mudança surtiu efeito e o último, inclusive, teve papel fundamental no empate holandês. Após roubada de bola no ataque, De Jong acionou Depay em velocidade. Na frente de Gallese, o atacante do Lyon teve tranquilidade para bater cruzado de perna esquerda e estufar as redes.

Aos 17 minutos, Sneijder, cansado, deu lugar a Promes para ser aplaudido pela Amsterdam Arena lotada, encerrando sua vitoriosa trajetória na seleção holandesa. Melhor na segunda etapa, a Holanda criou e desperdiçou boas chances até os 38 minutos, quando Depay, novamente ele, aproveitou rebote do arqueiro, voltou a marcar e deu números finais a vitória europeia por 2 a 1.

Confira outros resultados dos amistosos desta quinta-feira:

Bahrein 1 x 1 Filipinas

Jordânia 0 x 1 Líbano

Trinidade e Tobago 2 x 0 Emirados Árabes Unidos

Áustria 2 × 0 Suécia

Portugal 1 × 1 Croácia