<
>

Champions prepara uma revolução, a pedido dos técnicos: acabar com peso dobrado do gol fora de casa

play
Champions League: Uefa estuda utilizar VAR a partir das quartas de final; veja (1:28)

Tecnologia vem sendo cada vez mais utilizada no futebol mundial (1:28)

A Uefa vai rever a regra do "gol fora de casa" em sua competições, em resposta às demandas de diversos treinadores de clubes de ponta da Europa, que se reuniram no congresso técnico da entidade, em Nyon, na França.

Participaram do evento Massimiliano Allegri (Juventus), Carlo Ancelotti (Napoli), Rafa Benítez (Newcastle), Sergio Conceição (Porto), Paulo Fonseca (Shakhtar), Rudi Garcia, (Olympique de Marselha), Şenol Günes (Beşiktaş), Julen Lopetegui (Real Madrid), José Mourinho (Manchester United), Arsene Wenger (ex-Arsenal), Thomas Tuchel (PSG), entre outros.

Não estiveram presentes Pep Guardiola (Manchester City), Mauricio Pocchetino (Tottenham) e Maurizio Sarri (Chelsea). Mas isso não impediu que algumas decisões que podem alterar significativamente o cenário de clubes no continente fossem sugeridas.

"Os treinadores acreditam que fazer gols já não é tão difícil quanto foi no passado", disse o vice-secretário geral da entidade Giorgio Marchetti, depois da reunião. “Eles acreditam que a regra deva ser revista e é isso que faremos.”

A regra do "gol fora" tem atraído críticos em anos recentes, que sugerem que, se por um lado encoraja os times visitantes a atacar com mais frequência, também faz com que os times da casa fiquem mais relutantes em escalar equipes ofensivas, com medo de contra-ataques.

Marchetti também disse existir um consenso entre os técnicos de que deve haver uma janela de transferência unificada, a ser fechada antes do início dos campeonatos nacionais.

Outra demanda dos treinadores foi a inclusão de uma quinta substituição na prorrogação - além da quarta, que já será incluída na Champions League, como aconteceu na Copa da Rússia.

A Uefa aproveitou a oportunidade para exibir aos técnicos uma apresentação técnica de várias situações em que o VAR foi utilizado no Mundial.

"Esses fóruns são ocasiões interessantes", disse Ancelotti aos site oficial da Uefa. "Serve para refletirmos sobre os aspectos técnicos e táticos do jogo e suas mudanças. "