<
>

Schick, da Roma, diz que Real Madrid está mais fraco e provoca Cristiano Ronaldo: 'Está vendo que a Série A não é tão fácil'

O duelo entre Real Madrid e Roma, válido pela primeira rodada da fase de grupos da Uefa Champions League, acontece apenas no dia 19 de setembro. Porém, já há quem não veja a hora desse jogo chegar. Um deles é Patrik Schick, atacante do time italiano, que garante: sua equipe pode superar o atual tricampeão da maior competição de clubes do mundo.

"Nesse nível, não temos como escolher rivais. Você sempre jogará contra um grande time como Real Madrid, Barcelona ou Manchester City. Não há diferença entre eles, mas acho que o Real não será tão forte quanto no ano passado. Ronaldo foi embora e estou curioso para ver como vão substituí-lo. O nosso objetivo é ficar no primeiro lugar do grupo", garantiu o atleta nascido na República Tcheca e que, na última temporada, fez parte da histórica campanha da Roma, que chegou até a semifinal da Liga.

Para o atacante, esse fato aumenta a moral e também o respeito dos adversários em relação ao time italiano. "Mostramos que podemos jogar contra os melhores. Marcamos vários gols e isso obviamente nos dá confiança de que podemos vencer o Real".

Se por um lado o Real Madrid, rival na Champions, está mais fraco sem Cristiano Ronaldo, o contrário aconteceu com a Juventus, principal adversário da Roma nos últimos anos e que se reforçou com um dos melhores atacantes da história do futebol.

Porém, Schick, que atua na Itália desde 2016, quando foi contratado pela Sampdoria, deu uma cutucada no português, que, em três jogos oficiais pelo novo clube, ainda não conseguiu marcar nenhuma vez.

"Ele está descobrindo que a liga italiana não é fácil. Mas graças a ele, há mais interesse pela Série A. Eu não sei o que ele esperava, mas eu sei o quanto é difícil o Campeonato Italiano", disse ele, garantindo "ser questão de tempo" até que o astro marque seu primeiro gol pela nova equipe.