<
>

Vivendo grande fase no Palmeiras, goleiro Weverton celebra 2 anos do ouro nos Jogos do Rio 2016

play
Weverton se diz feliz por igualar marca de 26 anos do Palmeiras sem sofrer gol (0:33)

Time paulista não sofre gols há 7 jogos (0:33)

O dia 20 de agosto é um marco na vida e na carreira do goleiro Weverton. Foi nesse dia que o atleta, juntamente com a seleção olímpica brasileira, conquistou a inédita medalha de ouro no futebol masculino.

Naquela oportunidade, Weverton defendeu a última cobrança da Alemanha e Neymar deu números finais àquela partida para ratificar a 1º colocação ao time de Rogério Micale.

Após dois anos dessa conquista, o hoje goleiro do Palmeiras guarda boas lembranças daquela partida no Maracanã.

"É sempre bom relembrar essa data, pois foi muito importante. Sempre vem à lembrança daquele dia inesquecível e que marcou as nossas histórias e a história do futebol brasileiro por ter sido algo inédito. Fico muito feliz e grato a Deus pela oportunidade de ter representado a seleção naquele momento e, principalmente, ter conquistado essa medalha de ouro tão sonhada e esperada por todos os brasileiros", exalta.

No último domingo, aliás, o titular do Verdão quebrou uma marca expressiva dentro do clube.

Depois de 26 anos, Weverton igualou o feito do goleiro César e soma sete jogos sem sofrer gols. Por tanto, essas duas datas são marcantes para o arqueiro palmeirense que frisa à importância da conquista inédita nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016.

"Realmente é um dia muito especial, pois me faz lembrar essa conquista tão importante para a minha carreira. Com certeza mudou a história da minha vida no futebol e o país começou a me conhecer melhor e isso me fez chegar até aqui. Se hoje eu estou vivendo esse momento especial no Palmeiras, a conquista do ouro pela seleção foi muito importante e especial em minha vida. Eu estou muito feliz por isso”, salientou.