<
>

Rivais de Barcelona e Real, filhos de craques e mais: jornal lista 10 promessas europeias para 'ficar de olho'

Como é tradicional antes do início das temporadas no futebol europeu, a imprensa local costuma listar algumas jovens promessas que podem roubar a cena nos próximos anos.

Entre os 10 atletas com menos de 21 anos eleitos como destaques pelo Daily Mail, da Inglaterra, nesta quarta-feira, não há nenhum brasileiro, mas existem sobrenomes conhecidos, e gente que já é disputada por Real Madrid e Barcelona.

Confira quais jogadores, segundo a publicação, merecem uma observação mais próxima:

Ferran Torres – Este ponta/atacante do Valencia tem apenas 18 anos, mas já atrai a atenção dos rivais Real e Barça há algum tempo. O jogador se destaca pela parte física e também a criatividade, sendo o primeiro jogador nascido neste século a disputar uma partida de LaLiga. Espera-se que tenha mais chances no clube nesta temporada;

Abel Ruiz – O atacante de 18 anos, chegou à base do Barça aos 12 anos, vindo do Valencia. Na última temporada ele jogou pelo Barcelona B, mas agora espera uma chance na equipe principal do time catalão. O faro de gol fica claro pelos feitos com a seleção espanhola sub-17, sendo o maior artilheiro da história da equipe nesta categoria;

Timothy Weah – O primeiro sobrenome conhecido é do hoje presidente da Libéria, George Weah. Atacante de 18 anos, Timothy defende o PSG e também a seleção dos Estados Unidos. Já chamou atenção no time de Mbappé e Neymar marcando dois na goleada sobre o Monaco, na final da supercopa da França;

Nicolo Barella – Um dos “veteranos” da lista, o meia de 21 anos foi um dos responsáveis por evitar o rebaixamento do Cagliari na última temporada, e teve seu nome especulado pelo Liverpool. O preço pedido foi de 31 milhões de libras (R$ 153,60 milhões). Chegando a ser comparado com Iniesta, o clube sabe que não terá como segurá-lo por tanto tempo;

Andrea Pinamonti – Mais um do Campeonato Italiano. O atacante de 19 anos é apontado pelo jornal como um “raio de luz” nos anos de desapontamento da Inter de Milão. O destaque é a agilidade e também a maturidade apresentada pelo jogador que, apesar disso, só apareceu em cinco jogos da Inter;

Jonathan Klinsmann – O sobrenome não deixa dúvidas de que ele é filho de Jurgen, mas enquanto o pai fazia gols, ele, aos 21, tenta evita-los. Promovido ao elenco principal do Hertha Berlin na última temporada, estreou na Europa League, defendendo um pênalti na partida contra o Ostersunds;

Dayot Upamecano – O defensor de 19 anos joga pelo RB Leipzig e seleção francesa sub-21. Em sua primeira temporada na Bundesliga, já foi indicado para o time do campeonato, além do prêmio de revelação;

Achraf Hakimi – O defensor de 19 anos foi emprestado pelo Real Madrid para o Borussia Dortmund, por dois anos. O marroquino foi promovido ao time principal por ninguém menos que Zidane, e ganhou chances em campo com a camisa branca, valendo também a convocação para a Copa do Mundo da Rússia;

Moise Kean – Aos 18 anos, ele é mais um atacante da lista e, com a camisa da Juventus, tornou-se o primeiro jogador nascido neste milênio a marcar em uma das cinco grandes ligas da Europa. O gol contra o Bologna valeu até a renovação de contrato e uma ida para o Verona, para ter mais tempo em campo. O Borussia já demonstrou interesse pelo jogador, que pode mudar de camisa antes de setembro;

Victor Jensen – O Ajax é conhecido por revelar talentos, e este meia/atacante dinamarquês de 21 anos parece ser mais um deles. O jornal destaca que este jovem ambidestro tem uma boa noção tática, dribla bem e tem uma boa visão para o gol. Com essa descrição, pouca coisa mais precisa ser dita.