<
>

Harry Kane iguala Lineker, é o artilheiro da Copa, e Ronaldo mantém marca impressionante

Ainda que a Inglaterra tenha ficado de fora da final da Copa do Mundo e tenha perdido a disputa de terceiro lugar para a Bélgica no último sábado, Harry Kane teve motivo para comemorar neste domingo, após o título da França com a vitória por 4 a 2 sobre a Croácia. Afinal, o atacante encerrou como o artilheiro do Mundial de 2018.

O último e até então único inglês a alcançar tal honraria foi Gary Lineker, goleador máximo do Mundial de 1986, com os mesmos seis gols.

Por falar na quantidade de gols, só um atacante conseguiu ser artilheiro de uma Copa superando a barreira de seis tentos nas últimas 11 edições: Ronaldo, com oito gols em 2002. Antes dele, o último a conseguir o feito foi Grzegorz Lato, com sete gols, em 1974.

Desde então, os artilheiros sempre fizeram cinco ou seis gols, exceto o Fenômeno.

Dois seis gols que Kane marcou, cinco foram nos dois jogos que disputou da fase de grupos (dois contra a Tunísia e três contra o Panamá). No mata-mata, só balançou as redes contra a Colômbia, logo nas oitavas de final, e em cobrança de pênalti.

Esse, aliás, foi o único chute que Kane acertou no gol em todo mata-mata.

"Tomara que ninguém consiga superar isso amanhã. Foi uma campanha fantástica, para mim, individualmente, mas para o time também. Claro que eu ficaria muito orgulhoso em conquistar esse prêmio (Cuteira de Ouro), mesmo sabendo que tenho muito a melhorar. Mas com o torneio encerrado, fico feliz com isso", disse o atcante do Tottenham e capitão da seleção antes da final.

Harry Kane, então, já pode se sentir muito orgulhoso.