<
>

Juventus também quer Cristiano Ronaldo para vender carros

A Juventus lida nesses últimos dias com a possível contratação de Cristiano Ronaldo, que se converteria em sua mais importante, e cara, transferência da história. E é exatamente para "ajudar" o clube nisso que entra a figura da FIAT.

Uma das marcas mais conhecidas de automóveis, a italiana é de propriedade da família de Andrea Agnelli, presidente da "Velha Senhora", e patrocinadora principal do clube turinês.

De acordo com o jornal espanhol Marca, ela seria a maior financiadora do que é chamado na Europa de "Operação Ronaldo". Apesar da Juve ser um considerado um time rico internacionalmente, a negociação envolve altas cifras - 100 milhões de euros (R$ 454 milhões) a serem pagos ao Real Madrid, além de outros 30 milhões de euros (R$ 136,2 milhões) por temporada ao próprio jogador.

Assim, Cristiano poderia tornar-se, na cabeça da cúpula da Juventus, uma espécie de garoto-propaganda da marca a partir da assinatura de um contrato publicitário, o que poderia fazer a atual heptacampeã faturar até 30 milhões de euros, justamente quanto ele ganhará de salário.

Entretanto, a possibilidade de auxílio da FIAT no negócio não pegou bem entre os funcionários da própria empresa.

"Depois de Higuaín, também Cristiano Ronaldo? É uma vergonha. Os trabalhadores da FIAT não tiveram o salário aumentado nos últimos 10 anos. Com o salário de Cristiano poderiam dar um aumento de 200 euros a todos os empregados. Nestes 10 anos, perdemos 10,7% pela inflação que nunca recuperamos", comentou, há alguns dias, Gerardo Giannone, operário de uma das unidades de produção.

Enquanto Ronaldo é considerado um "fantasma" em Turim, já que todos na cidade falam sobre o assunto atualmente, o craque chegou a ser anunciado pela Juve em uma rede social chinesa, a Weibo. O time italiano enviou um vídeo com uma lista de seus jogadores que vestiram a camisa 7 desde 1995, ano em que foram introduzidas as numerações fixas no clube.

Nele, apareciam seis atletas: Di Livio, Pesotto, Salihamidzic, Pepe, Zaza e Cuadrado. Cristiano Ronaldo, então, seria o sétimo, completando o ciclo justamente com o número que lhe deixou famoso pelo mundo.

Teoricamente, o vídeo era para celebrar o dia 7 de julho (07/07), mas, claro, foi inevitável associar a mensagem bianconera ao iminente anúncio do craque português na "Velha Senhora". Ainda mais porque o material foi, logo depois, apagado da conta, fazendo as redes sociais "explodirem".