<
>

Juventus se apressa e anuncia Cristiano Ronaldo em rede social chinesa

A Juventus parece realmente próxima de fechar a contratação de Cristiano Ronaldo, mas, no último sábado, acabou se apressando demais no anúncio...

Em sua conta oficial da rede social chinesa Weibo, o time italiano enviou um vídeo com uma lista de seus jogadores que vestiram a camisa 7 desde 1995, ano em que foram introduzidas as numerações fixas no clube.

Nele, apareciam seis atletas: Di Livio, Pesotto, Salihamidzic, Pepe, Zaza e Cuadrado. Cristiano Ronaldo, então, seria o sétimo, completando o ciclo justamente com o número que lhe deixou famoso pelo mundo.

Teoricamente, o vídeo era para celebrar o dia 7 de julho, mas, claro, foi inevitável associar a mensagem bianconera ao iminente anúncio do craque português na "Velha Senhora". Ainda mais porque o material foi, logo depois, apagado da conta, fazendo as redes sociais "explodirem".

Segundo noticia neste sábado os jornais espanhois Marca e AS, o Real Madrid já aceitou liberar o craque à Juventus por um "preço camarada", mas com uma condição: que ele próprio diga que pediu para sair.

Se antes o clube da capital espanhola não aceitava vender o craque português por menos do que sua multa rescisória, de 1 bilhão de euros, hoje os madrilenos poderiam cortar um zero e deixa-lo sair por 100 milhões de euros (R$ 460,7 milhões pelas cotações atuais).

Isso só aconteceria, contudo, caso o craque chegue até os meios de comunicação e relate a estes e à torcida que decidiu sair do Real por conta própria.

De acordo com o jornal italiano La Stampa, porém, a negociação ainda se encontra em um difícil estágio, uma vez que o time de Santiago Bernabéu crê que vender Ronaldo por "apenas" 100 milhões de euros, mesmo por um jogador em seus 33 anos, renderia diversas críticas por parte da torcida.

Por isso, Florentino Perez teria aumentado ainda mais seu preço: 150 milhões de euros (R$ 691 milhões).