<
>

Thiago Silva relembra passado triste em Moscou, exalta Brasil e 'coloca' Coutinho como destaque da Copa

play
Amoroso e Fábio Luciano elogiam Thiago Silva: 'Uma das maiores atuações dele que eu vi em Copa do Mundo' (1:10)

Ex-jogadores participaram do Resenha e exaltaram a campanha do zagueiro no Mundial (1:10)

Thiago Silva teve coroada outra ótima atuação pelo Brasil com um gol nesta quarta-feira, em Moscou. O zagueiro do PSG balançou as redes da Sérvia no segundo tempo e garantiu a vitória por 2 a 0, colocando a seleção na liderança do grupo E da Copa do Mundo.

Para o defensor, o duelo teve um gosto especial: ele retornou à capital russa, onde teve passagem complicada na carreira pelo Dínamo, quando teve tuberculose e ficou seis meses internado.

"Cara, um dos piores momentos meus dentro da minha carreira e vida pessoal foi aqui, e graças a Deus agora com a minha terceira passagem aqui, tirando um amistoso, está sendo muito proveitoso", disse Thiago Silva na zona mista do Estádio do Spartak.

"Tenho tido um equilibrio muito grande, fico muito feliz e orgulhoso desse grupo, que tem um equlilibrio muito grande e muita frieza quando tem que ser frio", continuou.

"Era um jogo muito perigoso. A gente procurava esfriar o jogo quando a bola saía, mas quando a bola rolava, a gente jogava com mesmo intuito. Cada vez mais orgulhoso desse grupo", arrematou.

Um dos líderes desse grupo, o zagueiro tem se destacado nesta Copa na Rússia, mas quando questionado se quem estava melhor era ele ou Philippe Coutinho, brincou.

"Deixa para ele (as manchetes). Ele tem tem feito grandes jogos, hoje fomos coletivamente muito fortes, frios quando era pra ser frios e aceleramos quando tinha que acelerar", disse.