<
>

Copa do Mundo: Aeroporto mais caro da Rússia foi entregue antes por causa de acidente em antigo terminal

play
Copa do Mundo: Veja como está a preparação da Arena Rostov, casa da estreia da seleção brasileira (2:03)

Arredores do complexo ainda estão recebendo os últimos ajustes para a partida (2:03)

O Aeroporto Internacional de Platov, a 30km de Rostov, foi inaugurado em dezembro do ano passado com pompas. Afinal, é o mais caro da história da Rússia, construído especialmente para a Copa do Mundo de 2018.

O custo total ficou entre 45 bilhões e 50 bilhões de rublos (R$ 2,6 bilhões e 2,95 bilhões), pelo menos 50% acima do orçamento inicial previsto de 30 bilhões de rublos (R$ 1,77 bilhão).

A suntuosa obra teve início em 2014 e acabou sendo entregue com meses de antecedência, mais cara, por causa de um acidente há dois anos no antigo terminal internacional.

O Aeroporto de Rostov-on-Don ficava localizado no centro da cidade e já trabalhava no limite de suas capacidades. Em 19 de março de 2016, o voo 981 da companhia Flydubai não conseguiu aterrisar em sua primeira tentativa devido ao mau tempo, sobrevoou Rostov por quase duas horas até fazer a segunda - outra vez mal-sucedida -, mas pouco depois de novamente arremeter caiu violentamente perto da pista 22.

Todas as 62 pessoas que estavam a bordo (55 passageiros e sete tripulantes) morreram.

O governador da oblast (equivalente ao estado brasileiro) de Rostov, Vasily Golubev, anunciou o pagamento de US$ 15 mil a cada família de vítimas.

O novo Aeroporto Internacional de Platov fica em uma área mais afastada da cidade e terá uma rede hoteleira ao seu redor. O número de passageiros que chegam a Rostov aumentou em 15% nos primeiros seis meses de operação (dezembro de 2017 a maio de 2018) com relação ao mesmo período do ano passado.

A Rostov Arena será o palco do jogo de estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo diante da Suíça, no próximo domingo, às 21h horário local (15h de Brasília).