<
>

Para o Real Madrid, Champions League vale também hegemonia da Espanha no futebol mundial

play
O caminho para Kiev: veja, jogo a jogo, como o Real Madrid chegou à final da Champions League (0:47)

A decisão acontece no sábado, dia 26, às 15h45 (de Brasília) (0:47)

Além de valer o tricampeonato da Uefa Champions League para o Real Madrid, a final contra o Liverpool, em Kiev (Ucrânia), neste sábado (26/05), pode confirmar uma tendência que ocorre desde 2014: os clubes da Espanha dominam os principais títulos do futebol mundial.

Foram nada menos do que 16 dos últimos 17 títulos internacionais, contando Liga dos Campeões, Europa League, Supercopa da Uefa e Mundial de Clubes. Apenas o Manchester United conseguiu quebrar a hegemonia espanhola, quando faturou a Liga Europa de 2017.

2014

No ano em que a Alemanha foi campeã da Copa do Mundo, a final da Liga dos Campeões foi entre rivais da capital espanhola: Real Madrid e Atlético de Madrid. No jogo realizado no estádio da Luz, em Lisboa (Portugal), a equipe merengue saiu atrás no placar, mas conseguiu o empate com Sérgio Ramos, nos acréscimos do segundo tempo. Na prorrogação, o time comandado por Zinedine Zidane fez 4 a 1 e conquistou sua décima taça do torneio.

Já o Sevilla faturou a Europa League depois de derrotar o Benfica no Juventus Stadium, em Turim (Itália). Após um empate por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, o time da Andaluzia venceu os portugueses por 4 a 2 nos pênaltis.

No Mundial de Clubes, realizado no Marrocos, o Real Madrid não teve dificuldades para superar o San Lorenzo por 2 a 0.

Os merengues também ficaram com a Supercopa da Uefa, realizada no Cardiff City Stadium, no País de Gales, após derrotarem o Sevilla por 2 a 0. Os dois gols da partida foram marcados por Cristiano Ronaldo.

2015

Contando com o poderoso trio de ataque MSN (Lionel Messi, Luis Suárez e Neymar), o Barcelona superou a Juventus por 3 a 1 na decisão da Uefa Champions League. O Estádio Olímpico em Berlim (Alemanha) foi o palco para atuação da equipe comandada por Luis Enrique faturar sua quinta conquista da competição.

O Sevilla venceu pela segunda vez seguida a Europa League. Em jogo disputado no Estádio Nacional de Varsóvia (Polônia), os espanhóis superaram a grande surpresa do torneio, o Dnipro, da Ucrânia, com um apertado 3 a 2.

No Mundial de Clubes, o Barcelona atropelou o River Plate por 3 a 0, em jogo realizado no Japão. Os gols dos catalães foram marcados por Messi e Suárez (duas vezes).

Na Supercopa da Uefa, o estádio Boris Paichadze, em Tbilisi (Geórgia), foi palco de uma das melhores finais de torneio europeu da história. O Barcelona venceu de virada o Sevilla por 5 a 4 na prorrogação, após um eletrizante empate por 4 a 4 no tempo normal.

2016

Apenas dois anos após perder a final da Champions League, o Atlético de Madrid teve sua revanche contra o Real Madrid. Em jogo realizado no San Siro, em Milão (Itália), os comandados por Diego Simeone desperdiçaram uma penalidade - Griezzmann chutou no travessão - no tempo normal e ficaram no empate por 1 a 1 com os merengues. Na disputa por pênaltis, porém, os merengue venceram por 5 a 3.

A terceira conquista do Sevilla na Liga Europa veio após um triunfo por 3 a 1 sobre o poderoso Liverpool, em jogo realizado no St. Jakob-Park, na Basileia (Suíça). O grande nome do confronto foi Coke, autor de dois gols,

No Mundial de Clubes, o Real Madrid venceu na prorrogação o surpreendente Kashima Antlers ( que eliminou o Atlético Nacional-COL na semifinal) por 4 a 2. Shibasaki fez dois gols para os japoneses, enquanto Cristiano Ronaldo anotou um hat-trick para os merengues.

Mesmo sem Cristiano Ronaldo, o Real Madrid faturou também a Supercopa da Uefa, após vencer o Sevilla na prorrogação por 3 a 2. Em jogo realizado no Lerkendal Stadion, em Trondheim (Noruega),

2017

O Real Madrid chegou ao bicampeonato da Liga dos Campeões depois de golear a Juventus por 4 a 1. A partida disputada no Millennium Stadium, em Cardiff (País de Gales), contou com ótimas atuações de Casemiro (autor de um gol) e Cristiano Ronaldo.

Na Liga Europa, o Manchester United foi único time a quebrar o domínio espanhol. A equipe comandada pelo português José Mourinho passou pelo Ajax por 2 a 0 na Friends Arena em Estocolmo (Suécia). Antes da decisão, os Red Devils eliminaram o Celta de Vigo na semifinal.

No único duelo da Supercopa da Uefa que não foi disputado por dois times da Espanha, o Real Madrid venceu o Manchester United por 2 a 1 no estádio Felipe II, em Escópia (Macedônia). Sem o astro Cristiano Ronaldo, o brasileiro Casemiro e o meia Isco foram os autores dos gols merengues.

No Mundial de Clubes, o Real Madrid sofreu na semifinal para eliminar de virada o Al Jazira (Emirados Árabes), do atacante brasileiro Romarinho, por 2 a 1. Na decisão, a equipe espanhola sofreu menos, mas superou o Grêmio com por 1 a 0 com um gol de falta de Cristiano Ronaldo.

2018

Nesta temporada, o Atlético de Madrid superou o Olympique de Marselha por 3 a 1 e faturou a Europa League pela terceira vez em sua história (as outras duas foram em 2010 e 2012). A decisão realizada no estádio Parc Olympique Lyonnais (França) teve exibição de gala de Antoine Griezmann, autor de dois gols.