<
>

Atlético-MG é eliminado mais uma vez, Larghi lamenta e diz: 'Foco agora é o Brasileirão'

Restou apenas o Campeonato Brasileiro para o Atlético-MG. Uma semana após ser eliminado na Copa Sul-Americana, o time alvinegro caiu também na Copa do Brasil nesta quarta-feira ao perder nos pênaltis por 4 a 3 para a Chapecoense, após empate por 0 a 0 no tempo normal. Triste, o técnico Thiago Larghi lamentou e tentou já mudar o foco da equipe.

“Fica o Brasileiro, tem que focar na competição que resta, estamos bem nela, lamentamos a desclassificação, mas tivemos um bom primeiro tempo, chance de gol no segundo. Agora é foco no Brasileirão”, destacou o treinador.

Até a parada para a Copa do Mundo, o Atlético terá mais jogos dentro do Independência, algo que pode ser um diferencial no Brasileirão. Larghi acredita que é necessário vencer todos dentro de seus domínios para poder ter uma boa sequência no Campeonato Brasileiro.

“Eu acho que sim, vamos trabalhar para vencer dentro de casa, a gente lamenta, a gente queria classificar, estão todos lamentando, sentindo o resultado, fizemos um bom primeiro jogo, um primeiro tempo, pênalti é detalhe do futebol. Entendemos o torcedor, mas vamos fazer um brasileirão forte”, destacou.

O Atlético nesta quarta-feira mostrou, assim como no jogo anterior, alguma dificuldade de penetrar numa defesa fechada. Thiago Larghi alerta que são necessários reforços. Ele ainda explicou o motivo pelo qual Luan ficou no banco de reservas.

“Também, não só pelo Otero, mas para reforçar. Temos necessidade de meio e ataque, mas fortalecimento. As peças são boas, mas precisamos sim reforçar. O Campeonato Brasileiro tem muito pela frente”, disse o treinador. “Luan já vinha com desgaste, optamos por iniciar com meio campo com Cazares e Blanco. Cazares já vinha. Luan poupamos ele. Ele precisava”, finalizou.