<
>

Chapecoense elimina Atlético-MG nos pênaltis e vai às quartas da Copa do Brasil

A Chapecoense está nas quartas de final da Copa do Brasil. Depois de um empate sem gols na Arena Condá – mesmo resultado do jogo de ida em Belo Horizonte -, a equipe venceu o Atlético-MG nos pênaltis por 4 a 3, nesta quarta-feira, e seguiu adiante.

Wellington Paulista, Luiz Antônio, Nadson e Rafael Thyere converteram as cobranças dos mandantes, enquanto que Bruno Pacheco parou em Victor. Do outro lado, Jandrei defendeu a cobrança de Ricardo Oliveira e viu Róger Guedes mandar por cima. Luan, Leonardo Silva e Cazares marcaram.

Agora, os catarinenses esperam pelo seu adversário em sorteio. Por outro lado, a equipe alvinegra sofre sua segunda eliminação em menos de dez dias. Na semana passada, havia caído na primeira fase da Copa Sul-Americana diante do San Lorenzo.

Agora, as duas equipes voltarão a campo pelo Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira, a Chapecoense visitará o Internacional no Beira Rio, às 20h (de Brasília). Dois dias antes, o Atlético-MG fará clássico com o Cruzeiro no Independência, às 16h.

O jogo

Os donos da casa não adotaram a postura tão defensiva do duelo de ida e proporcionaram um primeiro tempo com chances de ambos os lados, embora as oportunidades não tenham levado tanto perigo. A melhor veio da própria equipe catarinense já nos acréscimos, quando Wellington Paulista desviou de cabeça um levantamento na área e exigiu boa defesa de Victor.

Na volta para a etapa final, os visitantes criaram duas boas chances, com Róger Guedes e Ricardo Oliveira exigindo boas defesas de Jandrei, aos 4min e aos 5min, respectivamente.

A Chapecoense responderia pouco depois. Aos 16min, Arthur Caike foi acionado na área e concluiu muito perto do alvo. Cinco minutos depois, Wellington Paulista até tirou de Victor ao ser lançado frente a frente com o goleiro, mas Fábio Santos cortou.

Na sequência, em cobrança de escanteio, Canteros mandou no travessão, quase fazendo um gol olímpico.

Aos 29min, Jandrei saiu bem após passe de Elias para Ricardo Oliveira. Logo em seguida, Cazares concluiu, e o goleiro defendeu. Aos 37min, Elias foi acertado por chute de Róger Guedes, aproveitou a sobra e mandou à direita do alvo.

Dois minutos mais tarde, Jandrei voltou a trabalhar em conclusão de Cazares. Nos acréscimos, Apodi errou o alvo. Antes do apito final, Fábio Santos fez falta em Apodi, levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso de campo.

Apesar de a segunda etapa ter sido mais movimentada e com mais ocasiões claras de gol, o placar não seria movimentado, e a decisão foi para os pênaltis.

FICHA TÉCNICA:
CHAPECOENSE 0 (4) X 0 (3) ATLÉTICO-MG

Local: Arena Condá, Santa Catarina
Data: 16 de maio de 2018, quarta-feira
Horário: 19h30 (Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Cartões amarelos: Wellington Paulista (Chapecoense); Patric, Fábio Santos (2) (Atlético)
Cartão vermelho: Fábio Santos (Atlético)

CHAPECOENSE: Jandrei; Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo e Canteros, Guilherme (Luiz Antônio); Arthur (Bruno Silva) e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina

ATLÉTICO-MG: Vitor; Patric, Léo Silva, Bremer e Fábio Santos; Adilson (Luan), Cazares, Gustavo Blanco (Elias) e Otero (Erik); Roger Guedes e Ricardo Oliveira. Técnico: Thiago Larghi