<
>

Imprensa argentina exalta Prass, do Palmeiras, por ajuda ao Boca: 'O ídolo do ano'

play
Herói na Argentina, Fernando Prass 'pede' jantar ao Boca Juniors após parar o Barranquilla (0:45)

O goleiro do Palmeiras disse que aceita uma carne com vinho e alfajor de sobremesa (0:45)

A espetacular partida do goleiro Fernando Prass na vitória por 3 a 1 do Palmeiras sobre o Junior-COL, na quarta-feira, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores, transformou o arqueiro em herói também na Argentina.

Isto porque o veterano fez grandes defesas, pegou um pênalti e impediu que os colombianos tivessem qualquer chance de vitória no Allianz Parque. Com isso, o Boca Juniors-ARG se classificou ao golear o Alianza Lima-PER em Buenos Aires.

O jornal Olé, inclusive, chamou Prass de "ídolo do ano".

"Fernando Prass jamais pensou que, aos 39 anos, fosse se tornar ídolo de uma equipe argentina. Como? O arqueiro do Palmeiras foi peça chave para manter o resultado nos piores momentos da equipe. Ele arruinou a noite do Junior e trouxe o time de Guillermo Barros Schelotto de volta à vida", escreveu o diário.

"O Boca segue vivo na Copa com sofrimento. Confiava que o Palmeiras jogaria como deveria jogar, mas não imaginou que o ídolo se chamaria Fernando Prass", completou o veículo, famoso pelas provocações aos brasileiros.

O Olé ainda se destacou a maneira como o jogador alviverde venceu vários duelos pessoais com o atacante Teo Gutiérrez, da seleção colombiana.

"O centroavante ficou mano-a-mano várias vezes, mas não conseguiu passar por Prass depois que esse gigante de 1,91m e 39 anos se agigantou", elogiou o jornal.

Agora, o Palmeiras e o Boca aguardam o sorteio do dia 4 de junho, às 20h (de Brasília), para saber quem serão seus adversários nas oitavas da Libertadores. Os confrontos só serão disputados em agosto, após a Copa do Mundo.