<
>

Presidente da Federação Paulista de Futebol perde cargo na Conmebol e é demitido da CBF

Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da Federação Paulista de Futebol Gazeta Press

Em meio à polêmica da investigação sobre suposta interferência externa na final do Campeonato Paulista, o presidente da FPF (Federação Paulista de Futebol), Reinaldo Carneiro Bastos, perdeu os cargos que possuía na Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) e na CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

A informação foi dada primeiramente pelo jornal O Globo e confirmada pela ESPN.

Na Conmebol, Bastos deixou de ser o representante brasileiro no Conselho da entidade.

O novo dono da cadeira é Coronel Nunes, que tornou-se presidente fato e de direito da CBF após o banimento de Marco Polo Del Nero pela Fifa. Portanto, a saída do representante da FPF era vista como natural e questão de tempo.

Na CBF, porém, a situação foi bem diferente.

Ele foi demitido de seu cargo de diretor, que tinha entre as atribuições ajudar na organização da Série B do Campeonato Brasileiro.

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, o ato é visto como retaliação, já que Bastos foi do grupo de oposição a Rogério Caboclo, candidato que venceu e assumirá a presidência da entidade a partir de abril do próximo ano.

Carneiro tentou se eleger presidente, mas não conseguiu o apoio necessário das Federações para concorrer ao pleito. Ele até votou em Caboclo no final das contas, mas acabou demitido da mesma forma.