<
>

Douglas Costa marca , Juventus goleia Milan e conquista a Copa da Itália

A Juventus venceu o Milan na final da Copa Itália, por 4 a 0, e sagrou-se campeã pela 13ª vez do torneio, sendo o quarto título consecutivo. Após um primeiro tempo morno, a Vecchia Segnora voltou fulminante, contou com dois frangos de Donnarumma e abriu três a zero em apenas 18 minutos. Os gols dos campeões foram marcados por Benatia, duas vezes, e pelo brasileiro Douglas Costa. O quarto, e último, foi contra de Kalinic.

No começo da partida, foi o Milan quem teve a primeira chance de gol. Em ótima tabela de Cutrone com Çalhanoglu, o italiano chutou forte e Buffon fez boa defesa. A segunda oportunidade da partida aconteceu pelo lado da Juventus. Douglas Costas fez a jogada pela esquerda e passou para Dybala, que ajeitou para Matuidi finalizar a direita da meta.

Aos 26, Douglas Costas cruzou e Dybala tentou um golaço, de voleio, mas pegou mal na bola. Três minutos mais tarde, Suso arriscou de perna esquerda e obrigou o veterano goleiro italiano a espalmar para escanteio. A primeira boa chance da Juve veio aos 36. Cuadrado fez o cruzamento para Mandzukic que, livre, cabeceou nas mãos de Donnarumma. Pouco depois, Bonaventura carregou pelo meio, soltou a perna direita e a bola saiu por cima do travessão, com perigo. Os 45 minutos iniciais foram equilibrados, com muito estudo dos dois lados, sem movimentar o placar.

Aos 5 minutos da etapa final, Bonaventura fez ótima jogada pelo lado esquerdo, cruzou por baixo e a bola passou assustando. Aos 6, em boa troca de passes, Dybala dominou na área, arrematou de primeira e o jovem arqueiro italiano espalmou. Quatro minutos mais tarde, o argentino arriscou novo chute e Donnarumma mergulhou no canto direito, fazendo ótima defesa. No escanteio, Pjanic cobrou com perfeição para Benatia, que antecipou a marcação e, de cabeça, abriu o marcador.

Donnarumma tornou-se um dos nomes do jogo ainda aos 15. Em mais um arremate do camisa 10, o goleiro fez grande intervenção. Porém, no ataque seguinte, uma fatalidade. Douglas Costa arriscou de fora e o jovem arqueiro cometeu uma tremenda falha. Dois a zero para a Vecchi Segnora. Os campeões voltaram dominando a partida e apenas 3 minutos após o segundo gol, contaram com mais um grande erro do inexperiente goleiro, que soltou nos pés de Benatia. O único trabalho do zagueiro foi empurrar para o fundos das redes e abrir três a zero.

De fato, o segundo do tempo do Milan estava irreconhecível. Pjanic cobrou escanteio no primeiro poste e Kalinic, contra, fez o quarto dos adversários. Ao final, as poucas e boas chances criadas pelos vice-campeões sofreram a intervenção do grande goleiro italiano, Gianluigi Buffon.

Daí em diante, os campões apenas administraram o placar para levantar o 13º troféu da Copa Itália e o quarto em sequência.