<
>

Mourinho abre o jogo em entrevista exclusiva e fala sobre Pogba, Wenger, brasileiros e chance de ficar sem títulos

As entrevistas com José Mourinho nunca deixam a desejar. E dessa vez não foi diferente!

Em conversa exclusiva com a repórter Natalie Gedra, o técnico português falou sobre sua carreira, suas polêmicas e também comentou a temporada, na qual está sendo duramente criticado pela possibilidade de o Manchester United terminar sem títulos - o time só tem chances na Copa da Inglaterra, na qual enfrenta o Chelsea na decisão.

"É culpa minha. Minha carreira foi feita sempre com vitórias. E quando você ganha, ganha, ganha, um ano em que você não ganha parece que é mais importante que quem nunca ganhou. Mas que nunca ganhou é pior. Eu nunca estive em uma temporada inteira que terminei sem ser campeão. Tanto que chegar em uma final já se transformou em pressão", disse.

Como não podia deixar de ser, o treinador de uma cutucada na imprensa, que por vezes o acusou de ter problemas com as estrelas do time, como o francês Paul Pogba: " Há dez anos o jornalismo não mentia... Eu com o Paul, nunca tive um problema pessoal", garantiu

Se às vezes se desentende com a imprensa, Mourinho também não se dá bem sempre com os colegas de profissão. E neste domingo, às 12h15 (horário de Brasília), o português se despede de um de seus desafetos: Arsène Wenger - o United recebe o Arsenal com transmissão da ESPN Brasil e do WatchESPN. E a despedida vai ser em tom de elogios.

"Não vai mais haver Wenger. O mundo da comunicação social não deixa. Acabou, não vai haver mais. E é uma pena", disse.

Por fim, o comandante ainda elogiou muito o Brasil. Tanto pelo país, onde gosta de passar férias, quanto pelos jogadores.

"Uma equipe sem um jogador brasileiro não é uma equipe", disse. "Mas uma equipe com três ou quatro, dependendo do perfil, também pode não ser uma grande equipe", brincou na sequência.

Entre polêmicas e títulos esse é Mourinho e sempre vale a pena conhecer um pouco mais sobre o "antipático", mas vitorioso, treinador português.