<
>

Napoli vence Juventus com gol no fim e fica a um ponto da liderança no Italiano

A cabeça de Koulibaly garantiu que o Campeonato Italiano tenha emoção até o fim.

A vitória de 1 a 0 do Napoli sobre a Juventus, quebrando um jejum de nove anos e dando o troco da vitória alvinegra na partida do primeiro turno, deixa em apenas um ponto a vantagem do time de Turim na liderança, com 85 pontos para a Juve e 84 para o time de Sarri, que ganha forças para evitar o heptacampeonato.

Na primeira etapa a Juventus acertou uma bola na trave, aos 16 minutos, com Pjanic cobrando falta e contando com o desvio na barreira. Na sequência Albiol evitou que o gol saísse em outra bola desviada, desta vez em finalização de Higuaín.

Mas isso foi tudo o que a equipe da casa fez na primeira metade do jogo, que foi dominada pelo Napoli. Os visitantes, precisando muito da vitória, tinha um ritmo mais intenso, uma marcação mais apertada, e buscava mais o gol.

Aos 23, Hamsik saiu na cara de Buffon, mas o chute cruzado foi para fora. Aos 38 a bola entrou no desvio de Insigne, mas o atacante estava em posição irregular e o lance foi anulado.

A Juventus mudou na segunda etapa, deixando Dybala no vestiário para a entrada de Cuadrado, na tentativa de liberar mais Douglas Costa, sumido até então. Mas pouco adiantou, já que Reina foi praticamente um expectador.

Só que o Napoli seguia mais no campo de ataque e quase abriu o placar aos seis minutos, com Insigne tocando para Hamsik, que acertou a rede pelo lado de fora.

Os visitantes dominavam o jogo ficando mais tempo com a bola nos pés e dando trabalho à defesa, que conseguia ao menos evitar que Buffon tivesse tanto trabalho. Quando exigido, porém, o goleiro fazia sua parte, como os 31, com bela defesa em chute de Callejón, em lance que acabou não valendo por posição irregular.

Aos 37, Buffon apareceu de novo, desta vez para espalmar a tentativa de fora da área de Zielinski, caindo bem no canto esquerdo para impediu o gol que poderia mudar muito o cenário do campeonato. Aos 43, mais uma boa intervenção do goleiro, mas não foi o suficiente.

O escanteio originado no lance resultou no cabeceio certeiro e fatal de Koulibaly, que reacendeu o fogo do campeonato.

A Juventus volta a campo no próximo sábado, às 15h45 (de Brasília), no clássico contra a Internazionale, em Milão. Já o Napoli entra em campo no domingo, às 13 horas, também fora de casa, contra a Fiorentina.