<
>

Paris Saint-Germain atropela Monaco em noite argentina e garante o título do Campeonato Francês com antecedência

O Paris Saint-Germain é o campeão francês da temporada 2017/2018. O time goleou o vice-líder Monaco por 7 a 1 no Parc des Princes e assegurou a taça da Ligue 1 com cinco rodadas de antecedência. Os gols foram marcados por Dí Maria (2), Lo Celso (2), Cavani, Draxler e Falcão Garcia (contra). Os visitantes diminuíram com Rony Lopes.

A vitória coroa uma temporada impecável da equipe da capital francesa. São dezessete vitórias em dezessete partidas como mandante, seguindo em busca do recorde de pontos em uma só edição da Ligue 1, o qual pertence ao próprio time, com 96 pontos na temporada 2015/2016.

Já para o Monaco resta a briga pelo vice-campeonato na competição. A equipe do principado está com 70 pontos, quatro à frente do Lyon, terceiro colocado.

O JOGO

Pressionando desde o início da partida, o PSG não demorou a abrir o marcador. Aos 14 minutos, Cavani tocou de letra para Dí Maria, que cruzou para Lo Celso apenas empurrar para o fundo da rede. Dois minutos mais tarde, Berchiche cruzou da esquerda, e Cavani acertou belo cabeceio para ampliar o placar.

Mesmo com a vantagem, a equipe não parou de dominar o jogo. Aos 19, Cavani acerta bom passe para Dí Maria, que, em posição legal, teve o trabalho apenas de encobrir o goleiro para marcar um golaço e deixar o placar em 3 a 0.

Sem dar chances ao adversário, o PSG ainda chegou ao quarto na primeira etapa. Oito minutos depois, Pastore cruzou de trivela para Lo Celso cabecear e marcar o quarto da partida.

O Monaco ainda teve tempo para diminuir. Aos 37, Touré fez boa jogada pela direita e cruzou para Rony Lopes. O atacante teve só o trabalho de empurrar para a rede e descontar para o time do principado.

No início da segunda etapa, os visitantes ainda tiveram chances de chegar ao segundo. Com 4 minutos, Pastore errou na saída de bola, dando um presente para Rony Lopes, que limpou a marcação e chutou para uma grande defesa de Areola à queima roupa.

Oito minutos depois, contudo, o PSG chegou ao quinto. Dani Alves acertou belo lançamento para Pastore, que achou Dí Maria na área. O argentino chutou por baixo de Subasic para fazer o quinto em Paris.

Administrando a partida, ainda havia mais tempo para o PSG ampliar o marcador. Aos 30, após escanteio, Falcão García desviou a cobrança e colocou para o fundo da própria meta, anotando o sexto da equipe da capital. E, aos 41, Draxler recebeu cruzamento rasteiro de Pastore para chutar forte e dar números finais ao jogo, garantindo o título nacional ao time da capital.

Agora, já com o troféu assegurado, o PSG enfrentará o Bordeaux, fora de casa, no próximo domingo. Já o Monaco visita o Guingamp no sábado buscando a recuperação na briga pela vice-liderança.