<
>

Botafogo reencontra ídolo Loco Abreu no 'pior' clube do Chile

A primeira fase da Sul-Americana marca o reencontro de uma história de carinho e idolatria. O Botafogo viaja ao Chile para enfrentar o Audax Italiano, clube de Loco Abreu, nesta quinta-feira, às 19h15. O jogador atuou na equipe carioca de 2010 a 2012, completando 106 jogos e marcando 63 gols. Mas a situação do uruguaio é bem diferente na equipe chilena.

Loco é reserva do lanterna do campeonato, e não conseguiu grandes atuações pela equipe. São seis jogos e nenhum gol feito. O atleta de 41 anos veio do Puerto Montt, da segunda divisão, com bom rendimento: foram 13 partidas e 11 gols, mas até agora não emplacou no Audax.

O time chileno também não ajuda na fase do uruguaio. A equipe se encontra na última colocação da liga nacional, com apenas cinco pontos em 24 disputados, além de ter a pior defesa – 16 gols em oito jogos. A ‘pior’ equipe do chileno já foi a maior campeã do torneio do país, e hoje não tem, por exemplo, cobertura jornalística local.

A situação é tão complicada para o Audax, que nem em seu próprio estádio o clube poderá jogar. A Conmebol não autorizou o pedido para a partida ser realizada no Bicentenário La Florida, que tem grama sintética. O jogo será disputado em campo neutro, em San Carlos Apoquindo, casa da Universidad Católica, com capacidade para 18 mil torcedores.

O jogo é inédito na história dos clubes. Botafogo e Audax jamais se enfrentaram, e entre os brasileiros, somente o São Paulo já enfrentou o clube chileno. No total, foram dois empates na Libertadores em 2007, e uma vitória e uma derrota na mesma competição em 2008.

FICHA TÉCNICA:

AUDAX ITALIANO X BOTAFOGO

Data: 12 de abril de 2018, quinta-feira
Local: Estádio San Carlos de Apoquindo
Arbitragem: Andrés Rojas (COL); Wilmar Navarro e Dionísio Ruiz (ambos COL)

AUDAX ITALIANO: Peric; Fernández, Labrín, Manuel Fernández e Bosso; Vásquez, Cabrera, Díaz, Carrasco e Jeraldino; Sergi. Técnico: Hugo Vilches

BOTAFOGO: Gatito; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso, Marcelo, Renatinho e Leo Valencia; Rodrigo Pimpão e Brenner. Técnico: Alberto Valentim