<
>

Promessa do Manchester United, Rashford rejeitou Liverpool aos 14; hoje, é titular e vale R$ 201 milhões

Destaque do Manchester United na vitória no clássico contra o Liverpool no final semana pela Premier League, Marcus Rashford por muito pouco não foi parar na terra dos Beatles.

Nascido em Wythenshawe, bairro na zona sul de Manchester, o jovem começou no futebol pelo clube Fletcher Moss Rangers. Com apenas sete anos de idade, ele foi cobiçado por três grandes equipes inglesas.

"Ele é um torcedor do United. Everton, United e Liverpool queriam levá-lo de todas as formas. O Everton chegou a mandar scouts em todos os jogos dele para observá-lo. Mas ele não estava muito entusiasmado, para ser justo, e nem os pais dele", contou Ron Jamieson, mandatário do Fletcher Moss, ao jornal Manchester Evening News.

Mesmo sendo considerado pequeno até os 14 anos, Rashford realizou seu sonho e entrou para as categorias de base dos Red Devils.

“O Marcus é gente boa. O conheço desde que cheguei ao Manchester, quando eu tinha 16 anos. Sempre foi um jogador diferente desde a base. É um cara calmo, muito humilde e gente boa. Gosta de brincar bastante”, disse Andreas Pereira, atualmente no Valencia, ao ESPN.com.br.

Foi efetivado ao time principal em novembro de 2015, quando estreou sob o comando de Louis van Gaal na vitória sobre o Watford por 2 a 1, pelo Campeonato Inglês.

Rashford tornou-se o mais jovem da história do Manchester United a balançar as redes em um torneio europeu. Com apenas 18 anos, ele bateu o recorde de George Best e marcou dois gols na goleada por 5 a 0 contra o Midtjylland, pela Europa League.

“Lembro muito de quando ele entrou na Liga Europa e fez dois gols. Fiquei muito feliz por ele. Foi incrível porque nossos centroavantes se machucaram. O Martial sentiu no aquecimento e o atacante do time B estava lesionado. Ele teve a oportunidade e a agarrou bem. Desde então tem destruído, fazendo gols e jogando muito”.

Com a chegada do técnico José Mourinho, o atacante ganhou mais participações em campo: foram 53 partidas e 11 bolas nas redes na última temporada. Ele foi fundamental na conquista da Liga Europa e da Copa da Liga Inglesa.

“É bacana ver esse sucesso dele porque crescemos juntos na base do Manchester com o Jesse [Lingard], o Pogba e o Scott [McTominay] também. É muito bonito os jovens passando e conquistando um lugar na primeira equipe”.

Desde então, o garoto de 20 anos tornou-se um talismã dos Red Devils em grandes jogos. Ele fez 12 gols em 40 jogos.

"Eles simplesmente o deixaram jogar e curtir seu futebol. Ele está muito bem preparado e é um jovem bem-educado. Sua mãe garante que ele fique com os pés o chão", garantiu Ron Jamieson.

Avaliado em 50 milhões de euros (R$ 201 milhões), ele é uma das esperanças dos Red Devils no confronto com o Sevilla, pela Champions League, terça-feira, às 16h45 (de Brasília). As equipes empataram sem gols no jogo de ida, na Espanha.