<
>

De 'fracasso' a 'partidaço': imprensa espanhola se divide sobre atuação de Neymar

play
Renato Rodrigues: 'O CR7 fez uma partida muito letal, e Neymar pecou na tomada de decisão' (2:25)

O especialista analisou os astros de Real e PSG após o duelo pela Champions (2:25)

Seja pelo seu passado glorioso no Barcelona ou pelas especulações que o ligam ao Real Madrid no futuro. A volta de Neymar à Espanha era muito aguardada. O brasileiro foi bastante participativo, mas não conseguiu marcar e nem impedir a derrota do Paris Saint-Germain por 3 a 1 para o Real Madrid, de virada, no Santiago Bernabéu.

Após a partida desta quarta-feira, válida pela ida das oitavas de final da Uefa Champions League, os jornais locais se dividiram sobre a atuação do camisa 10 do PSG.

No texto 'Neymar, para ganhar a Bola de Ouro tem que fazer um partida como a de Cristiano', o jornalista Hugo Cerezo, do Marca, de Madri, escreve o seguinte: "Neymar fracassou em seu retorno ao Bernabéu (...) Nacho não sofreu muito segurando o brasileiro, que, sim, esteve driblador, mas sem concluir as ações com boas decisões. (...) Terá a revanche na volta, mas sua partida não foi de Bola de Ouro. O Bola de Ouro estava adiante, com 7 nas costas".

Cristiano Ronaldo marcou duas vezes no triunfo dos merengues. Marcelo fechou a conta. Os visitantes abriram o placar com Rabiot, em lance que contou com a participação de Neymar.

Já Luis Nieto, do As, outra publicação madrilenha, falou em ‘partidaça’ do brasileiro.

Na imprensa catalã, Cristina Cubero, do Mundo Deportivo, fez referências a Lionel Messi, ex-companheiro de Neymar no Barcelona. No texto 'Neymar, para ganhar em Madri, chame o Messi', a jornalista diz: "Não é o mesmo Neymar, vir ao Bernabéu com Lionel Messi em sua equipe ou fazê-lo de grande líder. Está bem, Neymar conseguiu deslumbrar o madridismo quando conduzia a bola, porque é um futebolista distinto. Não está no nível do Messi, nem sequer de Ronaldinho", escreveu, antes de fazer menção à suposta transferência ao Real. Vale lembrar que o diário publicou nesta quarta que o brasileiro irá ao clube madrilenho no meio de 2019.

Em sua capa da edição de quinta-feira, o Mundo Deportivo coloca 'Neymal' como manchete, assim como publica a foto do brasileiro e de CR7 abraçados.

Já David Salinas, do Sport, fez uma análise do desempenho do atacante em si. Para ele, "Neymar não desequilibrou no Bernabéu" e "o brasileiro foi de mais a menos e acabou diluído na segunda metade. Se foi com um amarelo e uma bolada no rosto do árbitro".

O duelo de volta entre PSG e Real ocorrerá no Parque dos Príncipes, em Paris, no dia 6 de março (terça-feira), às 16h45 (de Brasília). Os espanhóis podem perder por um gol de diferença – ou até por dois, desde que marquem duas vezes.