<
>

Sem excessos: Corinthians usa Whatsapp contra 'piscina, bebida e comida o dia inteiro' nas férias

“Férias é férias, deixa os caras curtirem bastantes com suas famílias, amigos, é o momento deles”. O técnico Fábio Carille quer que os jogadores do Corinthians aproveitem bem o período de descanso até a reapresentação em 2018, marcada para o dia 3 de janeiro.

De olho na próxima temporada, porém, a comissão técnica alvinegra elaborou recomendações a serem seguidas pelos atletas durante as férias. Cada um recebeu no celular, via Whatsapp, a “cartilha”, que, se não impõe vetos, quer evitar excessos.

Ao ESPN.com.br, Carille revelou o principal pedido feito aos campeões brasileiros. Dos 30 dias de descanso, que, em pelo menos dez, haja movimentação. O tipo de treinamento a ser realizado também foi enviado nos telefones móveis de cada um do elenco.

“O que a gente mais pede neste momento é que, dos 30 dias, façam uma movimentação de meia horinha pelo menos em dez dias. Não é aquele cara que sai da porta do quarto, senta na beira da piscina, bebe, come o dia inteiro, volta para o quarto, dorme”, disse.

O técnico, porém, sabe que é difícil exigir que todos os comandados reservem tempo das férias para treinar propriamente. Ele se contenta, porém, com caminhadas ou mesmo passeios dentro das viagens do período para “ninguém chegar tão enferrujado”, como definiu.

Aqueles que seguirem as recomendações, contudo, terão vantagem em relação aos demais no início de 2018, como reconhece Walmir Cruz, preparador físico corintiano, ao “GloboEsporte”.

“Fizemos um roteiro de férias de atividades físicas, qual devem fazer, por quanto tempo, quantas vezes por semana, mandamos vídeos dos exercícios. Mais o roteiro da nutrição, que a gente restringe. Isso foi uma orientação para eles saberem o que fazer, não é algo que vamos exigir. Mas, no retorno, vamos fazer uma avaliação e saberemos quem seguiu à risca e quem deixou a desejar.”

O lateral-direito Fagner, ao menos, promete seguir a “cartilha”. “Em 2014 para 2015, sofri muito na pré-temporada. Desde então, me cuidando, vi que sofria menos. Este ano vou fazer a mesma coisa.”

“Lógico que diminui a quantidade de treino, mas não custa nada treinar um pouquinho, melhorar a alimentação, para voltar bem. A gente sabe que, ano que vem, pela Copa do Mundo, vai ser bem espremido. A gente vai ter que estar bem, tem pouco tempo para treinar. Vai de cada atleta, mas no meu tempo livre, minha mulher incentiva, vamos juntos para academia”, afirmou.

O atacante Jô, destaque do time em 2017, segue a mesma linha, embora reconheça – e já tenha avisado Walmir Cruz – que, ao menos no início das férias, não quer nem pensar em treinos.

“Temos que seguir, porque vamos ter um ano um pouco mais curto, a preparação vai ser um pouco menor. Vai ter que se cuidar bem, fechar a boca um pouquinho e treinar. Falei para ele (Walmir) que no começo eu vou ter que aproveitar um pouquinho, mas depois vou correr atrás”, brincou.

Em 2018, o Corinthians se reapresenta em 3 de janeiro, viaja aos Estados Unidos no dia 7, para a Florida Cup, em que estreia já no dia 10. A estreia no Campeonato Paulista será no dia 17.