<
>

Chefe da Ferrari elogia estreia de Leclerc pela escuderia na Austrália

Charles Leclerc deixou ótimas impressões em sua estreia pela Ferrari no Grande Prêmio da Austrália, que inaugurou a temporada 2019 da Fórmula 1. Quinto colocado e alvo de polêmica por ter tido negada a solicitação de ultrapassagem sobre o companheiro Sebastian Vattel, o monegasco teve seu desempenho e seu espírito de equipe elogiados pelo chefe da escuderia italiana, Mattia Binotto.

Em entrevista ao Motorsport, Binotto rasgou elogios a Leclerc e se disse feliz com a postura adotada pelo jovem piloto em sua primeira corrida pela Ferrari. Além disso, o dirigente alertou que o bom desempenho qualifica o monegasco para colocar ainda mais pressão na equipe em busca de uma evolução constante no carro a fim de melhorar cada vez mais os resultados na pista.

“Estou feliz com o comportamento dele como jogador de equipe, não apenas como piloto, mas porque foi muito útil para a equipe. Leclerc está muito envolvido e tentando dar o melhor de si, forçando os engenheiros a tentar fazer com que eles melhorem a si próprios e tenham um carro melhor”, disse Binotto.

“Se analisarmos todo o seu final de semana, foi muito forte. Ele não foi perfeito, está ciente disso, mas acho que ele também foi bem no Q1, Q2. Talvez não tenha sido perfeito no Q3, mas em geral ele teve um bom final de semana. Seu segundo stint também teve bom desempenho. Estou feliz com a maneira como ele encarou a primeira corrida. É um bom ponto de partida”, analisou o dirigente da Ferrari.

Apesar do domínio da Mercedes na abertura da temporada, a escuderia italiana segue confiante nos bons resultados em 2019. O bom desempenho de Leclerc, que não terminou à frente de Vettel por determinação da equipe, inclusive, foi tratado internamente como uma lição positiva do GP de Melbourne, na Austrália.