<
>

Diretor da Mercedes joga favoritismo em Singapura para a Ferrari

Para Toto Wolff, a Mercedes terá dificuldades para derrotar a Ferrari em Singapura, a próxima etapa da Fórmula 1, que será realizada entre os dias 14 e 16 de outubro. Segundo o diretor e acionista da equipe, a escuderia italiana é a favorita, mas a briga acirrada pelo título pode derrubar qualquer previsão.

“Singapura tem características com as quais nós sofremos no passado. As retas curtas, as curvas lentas e apertadas, o asfalto irregular são coisas que tornam Marina Bay um dos circuitos mais complicados do ano para nós. Em 2015, nós tivemos uma das nossas experiências mais dolorosas nos últimos anos”, disse.

“Ano passado, largamos na terceira fila e conseguimos uma vitória e um terceiro lugar. Na teoria, esse circuito favorece a Ferrari, mas a briga pelo título está tão apertada que previsões são quase insignificantes”, completou Wolff.

A Mercedes é líder do campeonato de construtores, com 415 pontos, 25 a mais que a Ferrari. Na última corrida, em Monza, a escuderia italiana foi surpreendida pela rival. Mesmo com Raikkonen na pole e Vettel em segundo na largada, a equipe alemã deu uma aula de estratégia e conseguiu, por meio de Hamilton, levar a prova.

“A gente sabia que Monza seria outro grande desafio para nós depois de perder em Spa, mas conseguimos prevalecer graças a uma mistura de habilidade individual e um fantástico trabalho em equipe. No entanto, sabemos que já éramos fortes em Monza nos últimos anos e as características fazem do GP da Itália um ponto fora da curva”, declarou.