<
>

A importância do draft na NFL: Como foi a temporada da classe de 2018 em Madden 19

Esta quinta-feira (25) é uma espécie de “Natal” para os fãs da NFL. Hoje comece o Draft, evento de três dias onde as 32 franquias selecionam seus novos jogadores vindos da universidade, seus novos “brinquedos”. Seja na primeira ou última rodada, o draft é o primeiro passo para o surgimento das próximas grandes estrelas do futuro da liga.

O processo de escolha dos novatos envolve seu desempenho na universidade, dados no Combine, entrevistas e, principalmente, as necessidades de cada time para a próxima temporada. Está longe de uma ciência exata, que envolve análise de dados, percepção de talentos e sorte.

Uma vez selecionados para a NFL, os jogadores aparecem em Madden. Assim, a classe escolhida em 2018 no Draft esteve em ação em Madden 19. Será que foi uma classe boa para seus times? Será que fizeram bonito ao longo da temporada regular e playoffs? A primeira rodada do draft é composta por 32 escolhas. Como os times geralmente fazem trocas, e uma franquia pode ter mais de uma escolha na primeira rodada, vamos apontar também a primeira seleção de times que não fazem parte dos picks iniciais.

A lista composta pelas primeiras 32 escolhas, mais as primeiras escolhas dos times que não tinham picks na 1° rodada apontou 5 jogadores que não tiveram alteração em seu rating, 4 que perderam valor e 27 que evoluíram.

Entre aqueles que evoluíram, estão o Safety do Houston Texans, o jogador Justin Reid, que recebeu 10 pontos. Já o Linebacker do Dallas Cowboys, Leighton Vander Esch, subiu 12 pontos. Do outro lado, o Quarterback do Cardinals, Josh Rosen, perdeu 4 pontos.

O Draft da NFL acontece entre os dias 25 e 27 de abril, com transmissão ao vivo e exclusiva dos canais ESPN. Nesta quinta-feira, a primeira rodada será transmitida a partir das 21:00, no canal ESPN.