<
>

Destiny e kNg- desfalcarão INTZ na Pro League de CS; Horvy e SHOOWTiME são os substitutos

Vistos tiram kNg e destiny da ESL Pro League de CS HLTV.org

A INTZ não disputará a divisão norte-americana da nona temporada da ESL Pro League (EPL) de Counter-Strike: Global Offensive com a formação completa. Isso porque kNg- e destiny não conseguiram aprovar a tempo os vistos de entrada nos Estados Unidos. A informação, que surpreendeu a todos, foi publicada inicialmente pelo Mais Esports e, posteriormente, confirmada pelo treinador Apoka.

Os Intrépidos, contudo, não demoraram muito para definir os substitutos. Na reserva desde a última alteração no elenco, em janeiro deste ano, Horvy ficou com uma das vagas. A outra foi ocupada por SHOOWTiME, um dos integrantes da também brasileira Imperial e-Sports.

Justamente para evitar passar por tais problemas, a organização Intrépida resolveu estabelecer o time no Canadá quando decidiu investir na formação.

Problemas com vistos são rotineiros nas carreiras de kNg- e destiny. Em 2017, dois dias após deixar a Immortals, o jogador revelou que foi barrado pela imigração norte-americana porque a mesma descobriu que o awper vinha jogando sem ter visto de trabalho. “Barraram a entrada e tive que voltar para o Brasil. Fiquei por dois dias lá na imigração até conseguir voltar. Foi muito cansativo”, disse na época.

Um ano depois, já vestindo a camisa da 100 Thieves, kNg- passou pelo mesmo imbróglio. Sem mencionar o nome do integrante barrado, a organização norte-americana revelou na época que estava desistindo de disputar o Eleague Major por conta de “problemas de imigração”.

Também em 2018, quando defendia as cores da Tempo Storm, destiny acabou sendo dispensado junto com os antigos companheiros. Dois jogadores, que não tiveram os nomes revelados, passaram por problemas com o visto e, por conta disso, o clube norte-americano decidiu encerrar o vínculo.

ESL PRO LEAGUE

Com novo formato e sendo disputada do início ao fim presencialmente, as finais da EPL começam na próxima sexta-feira (12). Três equipes brasileiras estão na disputa e a INTZ será a primeira estrear.

Os Intrépidos estão no Grupo A junto com os australianos da Renegades e os norte-americanos deNRG Esports e eUnited. Já MIBR está no Grupo C, enquanto a Detona se encontra na chave destinada aos times latinos-americanos.

Pela Fase de Grupos as equipes disputarão três séries melhor de três (md3). O melhor time de cada chave avança diretamente para as finais, enquanto os segundo e terceiros colocados terão que disputar uma repescagem.