<
>

INTZ desbanca Redemption e volta a disputar final de CBLoL após dois anos

Uma das maiores campeãs, INTZ voltará a decidir o título da liga nacional Riot Games

Figura carimbada nas quatro primeiras decisões do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), a INTZ voltará a disputar, nesta temporada, o confronto valendo o título da liga nacional após hiato de dois anos. Os Intrépidos avançaram para a grande final da primeira etapa 2019 do CBLoL, neste domingo (07), após vencerem a Redemption W7M na semifinal.

Está é a primeira vez que o clube alvinegro chega no confronto valendo o título sem um dos jogadores do elenco que recebeu a alcunha de Exódia. De 2015 a 2016, Yang, Revolta, Tockers, micaO e e Jockster conquistaram pela INTZ três etapas do CBLoL e levaram a organização para o Mundial de dois anos atrás.

A SEMIFINAL

A partida que abriu a série começou com a INTZ tomando a iniciativa. Nos minutos iniciais os Intrépidos invadiram a selva adversária, pegando um Zuao desprevinido. Tempos depois o time conquistou o First Blood, com uma ótima movimentação por parte de Shiny e Envy.

Se movendo pelo mapa de forma inteligente e objetiva, a INTZ dominou a Redemption no early game conseguindo, inclusive abrir vantagem de 5 mil em ouro antes dos 15 minutos. Diferença está que aumentou ainda mais após os Intrépidos venceram uma importante luta iniciada pelos adversários na rota do meio, que acabou resultando num ace e Baron a favor do time alvinegro.

Melhor nas rotações e nas lutas, a INTZ foi construindo a vitória de forma gradativa. Mesmo passando aperto em alguns confrontos, os Intrépidos sempre viravam por conta da dupla Tay e Envy, que se apresentaram magicamente de Renekton e Sylas respectivamente. A vitória foi decretada num lance na rota inferior. A Redemption iniciou embate, mas acabou sendo engolida pela equipe adversária, que fechou o jogo minutos depois.

Os primeiros minutos da segunda partida foram com menos ações em relação anterior, mas com uma Redemption se portando totalmente diferente. Numa bela jogada iniciada por Shini, a INTZ acabou ficando mais uma vez com o first blood. Mas Zuao e companhia cobraram rapidamente matando o caçador Intrépido.

Com o passar do tempo a partida foi se tornando mais sangrenta e um verdadeiro toma lá, dá cá, isto é, com uma das equipes sempre respondendo à altura a jogada da adversária. Mas, novamente, a INTZ lutou melhor e, com um Tay inspirado de Vladimir, a equipe venceu a luta que deu o primeiro Barão.

Usando magistralmente o principal bônus do jogo, o time Intrépido colocou a mão na vitória ao conseguir, de uma tacada só, derrubar dois dos três inibidores da Redemption. Sabendo que a adversária não tinha como contestar, a INTZ deu o golpe final pela rota superior. Derrubando o inibidor que faltava, o time venceu a luta que faltava para o 2 a 0.

Precisando da vitória para se manter viva na decisão, a Redemption começou a terceira partida da série querendo dar as cartas. Focando a rota inferior, Zuao iniciou um dive contra Mills e RedBert que, inicialmente deu melhor para a INTZ. Contudo, os Intrépidos foram além da conta e acabaram sofrendo uma eliminação após pegarem o First Blood.

A equipe continuou jogando bem, aproveitando da melhor maneira possível a vantagem obtida no early game e que a INTZ ainda não atingiu o power spyke. De forma inteligente, a equipe conseguiu o Barão, que abriu o mapa inimigo.

Os Intrépidos tentaram de tudo, mas nada foi suficiente para frear a Redemption. A equipe de Nyu, baitando a adversária num outro possível Barão, conseguiu fechar a partida e ganhar uma sobrevida ao vencer uma importante luta na rota do meio, suficiente para destruir toda a base da INTZ.

As duas equipes se movimentaram bastante nos minutos iniciais da quarta partida, mas sem nada contundente acontecendo. Dragão das Nuvens, Arauto e Torre, nessa sequência, foram os primeiros objetivos conquistados, todos a favor da INTZ.

Mas após a fase de rotas quem cresceu foi a Redemption. Sabendo aproveitar da vantagem obtida por Nyu no topo, a equipe rotacionou bem pelo mapa a fim de conquistar os objetivos como Torre e Dragão. O ápice, contudo, veio com a vitória de uma importante luta na rota do meio, que rendeu ao time o Barão.

O fim de jogo foi de tirar o fôlego. Numa luta no covil do Barão, com a INTZ tentando conquistar o bônus sem ser vista, a Redemption contestou iniciando uma importante luta, enquanto Nyu avançava pela rota inferior a todo vapor. A estratégia deu certa. Apesar do time ter perdido o embate, conquistou a vitória e empatou a série em 2 a 2.

Sabendo que qualquer erro poderia interferir diretamente na partida, as duas equipes frearam um pouco em relação às ações. Mas assim que Shini pegou pegou level 6, o caçador Intrépido foi diretamente para a rota superior, onde junto com Nyu conseguiram o First Blood pra cima do Tay.

Sem objetividade em muitas das rotações após a fase de rotas, a INTZ deu espaço para a Redemption crescer e diminuir a vantagem do early game. Vendo que a adversária havia tomado a liderança nos placares, os Intrépidos voltaram a jogar bem e conseguiram vencer duas lutas importantes pela rota inferior.

De forma inteligente a INTZ conquistou o primeiro Barão do jogo e, em posse do bônus mais importante, derrubou todas as torres intermediárias da Redemption. Lutando melhor os Intrépidos ditaram o tom da partida. Em dois embates entre a rota do meio e o rio, a equipe conseguiu mais um Barão e abrir a base adversária. Em jogada parecida o jogo foi finalizado pela rota inferior