<
>

Jogadores comentam campanha da Redemption no CBLoL e caminhos para semifinais

Riot Games Brasil

A equipe de League of Legends da Redemption Esports alcançou, com desempenho constante ao longo do campeonato, o terceiro lugar na tabela do CBLoL. As dez vitórias e sete derrotas deixam o time abaixo apenas do Flamengo, líder isolado com 16 vitórias, e da INTZ, com 11 — o que faz com que, caso os bons jogos sejam mantidos, as semifinais sejam um caminho coerente.

Em entrevista ao ESPN Esports Brasil, os jogadores da Redemption comentaram a campanha até a primeira divisão da modalidade. Em 2018, os cinco jogadores titulares disputaram as duas etapas do Circuito Desafiante — na primeira, foram semifinalistas pela T-Show, enquanto na segunda, foram campeões pela nova organização.

De acordo com o mid laner Krastyel, o bom desempenho no CBLoL não tem a ver com o tempo disputando a segunda divisão. “Acredito que não seja o Circuito em si que fortaleceu nossa equipe, mas sim o tempo que permanecemos juntos. Passamos por muitas coisas, tanto boas quanto ruins, e isso deixa qualquer equipe mais resiliente”, afirma.

CAMPANHA NO CBLOL E SEMIFINAIS

Nesta edição do CBLoL, a equipe a ser batida se torna a do Flamengo, que observa os rivais do topo. Abaixo do rubro-negro, há um aparente equilíbrio entre o nível de jogo dos times — mas o atirador Dudstheboy ressalta que há sim times mais fortes que os outros, apesar do nível parecido.

“Os times que mais darão trabalho para classificação, ao meu ver, são a INTZ, a Uppercut e a KaBuM. Acredito que eles são muito bons individualmente e sabem as suas responsabilidades no jogo, por isso que a comunicação nao pesa tanto para eles”, defende o ADCarry.

O jogador da rota do topo Nyu finaliza comentando a mudança de formato nesta edição do campeonato, que está sendo disputado em séries melhor de um com três turnos, além da volta do mata-mata nas eliminatórias.

“Achei bem interessante, porque agora não tem como um time se dar bem por conta de patchs e, ao mesmo tempo, dá chance pra aparecer novos picks além dos que já costumamos ver”, argumenta. Nyu acrescenta que, para ele, o formato ideal seria a melhor de três com ida e volta.

Para o jungler Zuao, o terceiro lugar não é o suficiente ou sinal de tranquilidade. “Estamos relativamente confortáveis na tabela, porém, para chegar aos playoffs, precisamos dar um gás em relação a dedicação nesse último turno”, ressalta.

“Fizemos uma ótima campanha até agora, mas de nada adianta relaxar nesse momento. Precisamos consertar nossos erros de comunicação e decisões individuais. Se conseguirmos afiar isso, tenho certeza que chegaremos aos playoffs”, finaliza o caçador.