<
>

Opinião: Com 8 atualizações desde o lançamento, FIFA 19 está tentando se encontrar

As atualizações estão cada vez mais frequentes em FIFA 19 Divulgação/EA Sports

FIFA 19, membro da franquia mais popular e rentável do globo, foi lançada em 28 de setembro de 2018, mas ainda não está “fechada”. Desde o momento em que os desenvolvedores criaram a versão “pronta para comercializar” e a lançaram no mercado, já tivemos 8 atualizações em pouco mais de 4 meses.

Correções são sempre bem-vindas, mas chama atenção a frequência com que FIFA 19 tem recebido atualizações. As redes sociais acabaram se tornando uma ferramenta para os jogadores opinarem sobre os videogames: elogiamos e reclamamos aos borbotões. Os pedidos, em parte, são atendidos, e a comunidade vem moldando na medida do possível o simulador.

Estas mudanças frequentes acabaram encaixando FIFA 19 em uma categoria geralmente atribuída aos games genuinamente voltados para os esports: aqueles que possuem um “meta”. O meta é uma situação temporal finito no qual um conjunto de mudanças em parâmetros do jogo criam um cenário singular. Simplificando, o meta é o resultado das alterações feitas pelas correções/mudanças no jogo em si.

AS ÚLTIMAS MUDANÇAS

A frequência de mudanças e correções, uma espécie de busca por uma identidade ideal, fez com que a oitava atualização gerasse um “novo” FIFA 19, agradando e afastando jogadores.

O patch 1.08 afetou principalmente a Finalização Calibrada e a movimentação dos goleiros, além de correções nos modos Carreira e Pro Clubs. Estas mudanças fizeram com que FIFA 19 tivesse uma nova faceta, um novo cenário para os jogadores se enfrentarem, um novo meta.

Em sua oitava atualização, FIFA 19 viu seus Chutes Calibrados perdendo efetividade, ou “nerfados”, na linguagem dos videogames. O Chute Calibrado é uma novidade de FIFA 19, uma camada extra na jogabilidade dos chutes. Foi adicionada uma barra de energia ligada à ação, semelhante à vista em penalidades máximas. Feito no tempo certo, o jogador tem uma eficácia maior no arremate.

Desde o lançamento até hoje, os jogadores dominaram a novidade, e o chute se tornou a principal fonte de gols nas partidas. Seguindo o preceito do meta, esta condição de destaque foi desvalorizada, tornando o Chute Calibrado mais difícil de ser executado e menos eficaz. Somado ao Chute Calibrado, havia também a precisão fora da realidade de batidas de primeira na bola, como chutes “secos”, de fora da área ou voleios. Antes de incrível precisão, também foram afetados e tiveram sua possibilidade de sucesso diminuída. O novo meta mudou FIFA 19.

Na defesa, a movimentação dos goleiros, feita de maneira manual, permitia ao jogador controlar o avatar de forma que agisse como um legítimo líbero e desse combate aos adversários, O parâmetro reclamado pelos jogadores nesta situação? A velocidade do goleiro, alta se comparado com os demais atletas, também foi “nerfada”.

No modo Carreira, problemas para evolução do jogador foram consertadas e no Pro Clubs, o modo mais subutilizado de FIFA, teve correções relacionadas a fadiga de jogadores.

A VOZ DO POVO

As mudanças têm efeitos práticos instantâneos, assim como a reação de jogadores em fóruns, como o reddit. Todo patch atualizado faz com o “meta” mude e jogadores, antes desgostosos com FIFA, vejam uma luz no fim do túnel.

A diminuição da efetividade do chute calibrado foi celebrada, algo que atribuía à FIFA 19 um tom mais Arcade que outros anos. Ainda ver gols desta natureza representa mais a qualidade do adversário em ainda sim conseguir gols com a barra de chute. Se você ainda é efetivo com o chute calibrado, merece fazer o gol.

Pelo lado negativo, há vozes da comunidade que dizem que o jogo se tornou mais lento. Lentidão não seria o termo ideal, mas cadenciado. Particularmente, acredito que o patch trouxe uma maior necessidade em trabalhar a jogada para se alcançar o gol adversário.

Por fim, jogadores tem apontado os cruzamentos como uma arma no novo meta. Sempre joguei com a bola aérea em minha estratégia e concordo que houve alterações em bolas alçadas na área. Porém, se você sabe como se antecipar ou se posicionar de forma correta, saiba que o cruzamento não virou um lance de gol certo.

BUSCA POR UMA IDENTIDADE

FIFA é o jogo mais vendido do mundo há vários anos, tenta engrenar seu circuito competitivo e marcou um golaço com a chegada da Champions League em FIFA 19. Por outro lado, enfrenta problemas com os loot boxes e é criticado por mudar pouco a cada ano. No meio disso tudo, a franquia conta com atualizações cada vez mais frequentes para corrigir ou atender sua comunidade a fim de se tornar um game melhor. Em um ritmo cada vez maior, o simulador tenta se encontrar.