<
>

Após quatro meses na reserva, boltz é liberado pela MIBR

Boltz disputou apenas a ESL One Cologne com a camisa da MIBR. MIBR

Ricardo “boltz” Prass não é mais jogador da MIBR. No banco de reservas desde julho, boltz teve seu vínculo com a organização encerrado e está livre para negociar com outras equipes.

A informação foi revelada pela própria MIBR nesta sexta-feira.

"Nós queremos agradecer do fundo do coração ao boltz pela sua longa representação das cores da Immortals e nos ajudar a relançar a icônica marca MIBR no verão passado. A MIBR e a Immortals desejam tudo de melhor para o futuro da sua carreira." disse Tomi "lurppis" Kovanen, gerente Counter-Strike: Global Offensive da organização.

Apesar de ter atuado com a camisa da MIBR por menos de um mês, quando foi substituído por Tarik “tarik” Celik, boltz é figurinha carimbada na Immortals. Vice-campeão do major, ele defendeu a equipe entre junho de 2016 e outubro de 2017, antes de ser emprestado para a SK Gaming.

Livre no mercado, boltz deve chamar a atenção das equipes brasileiras que residem nos Estados Unidos - em especial da Luminosity Gaming, que abriga três de seus ex-companheiros da Immortals que terminou o PGL Kraków Major na segunda colocação.