<
>

Pressão total: Encurrale seu adversário com a marcação alta em FIFA 19

A marcação alta faz com que o combate seja dado no campo adversário Reprodução/EA Sports

Com a evolução física dos jogadores de futebol, o conceito de marcação avançada, ou marcação alta, tem ganhado cada vez mais espaço nas pranchetas dos técnicos e no gerenciamento do time em FIFA 19.

A marcação alta remonta do “futebol total” praticado pela Laranja Mecânica, a seleção holandesa de 1974. Nela, os jogadores não guardavam posição e compartilhavam funções, incluindo a marcação. Quem estivesse próximo, dava combate a quem estava com a bola.

Passando para a estratégia do futebol atual, incluindo FIFA 19, temos as linhas de jogadores que formam a estratégia de jogo. A primeira linha é composta por zagueiros e laterais. Volantes e meias estão na segunda. Junto com os atacantes, os jogadores, na defesa avançada, trabalham mais avançados, a fim de diminuir o espaço de ação do adversário ao sair com a bola e aumentam a pressão sobre a primeira linha do outro time, para que não tenha liberdade de trabalhar.

Em FIFA 19, ao usar os elementos da marcação alta, os atributos Fôlego e Combatividade são importantes para manter a pressão e combate constantes. Ela pode ser praticada individualmente, mas quando o grupo age, se torna ainda mais efetivo.

Entre os pontos positivos dessa estratégia estão o sufocamento do adversário para impedir que execute seu jogue, facilite a retomada de bola, aumentar a o tempo de posse de bola e manutenção da bola longe de sua área. Já entre os pontos negativos, deve-se tomar cuidado com o fôlego dos jogadores. Outro alerta é o cuidado com o adversário se romper a marcação, pois encontrará a defesa no mano-a-mano e pode vencer na velocidade.

MARCAÇÃO AVANÇADA EM FIFA 19

Vamos aos elementos que podem ser modificados para você trabalhar com a marcação alta em FIFA 19. Para começar, devemos trabalhar com elementos que formam a estratégia de jogo. Na tela de gerenciamento do time, antes de entrar em campo, comece pela Aba Formação. Uma boa opção para essa estratégia é o 4-1-2-1-2 (Wide): mantenha uma zaga com uma linha de quatro, popula o centro do campo com quatro meias e ainda tem dois atacantes para dar o primeiro combate.

Em seguida, entre na aba Táticas. Em “Estilo de Defesa”, há algumas variações para a defesa alta: “Pressão constante”, no qual a pressão é mantida em todos os cenários contra quem está com a bola; “Pressão ao passe profundo”, no qual seu time mantém uma pressão menor para preservar o fôlego, mas age imediatamente quando há uma interceptação ou a bola sobra na direção da linha de fundo do time adversário; por fim “Pressão após a perda de bola”, faz o seu time reagir imediatamente a perda da posse de bola e ataque o “ladrão”.

Na aba Funções, selecione os jogadores mais avançados. Destaque a opção “Suporte defensivo” de cada um e escolha “Voltar para defender”. Assim o jogador, sem a posse da bola, recua para dar o combate ao adversário.

Já em campo, um aliado à estratégia alta é a marcação dupla. Segure R1/RB para que um companheiro mais próximo, controlado pela Inteligência Artificial, dê o combate. Você pode dar o bote junto ou esperar a decisão do adversário para depois agir, jogando na sobra.