<
>

Team Liquid e C9 se enfrentam na final da LCS NA com o espírito vencedor do Golden State Warriors

play
Matchmaking: as ações da EA após atentado, a evolução da MIBR e a final do CBLoL (7:09)

Petar Neto e Felipe Felix falam sobre a movimentação da Electronic Arts após tragédia numa das seletivas do Madden Championship, o crescimento da Made in Brazil após entrada do novo técnico e o duelo que decidirá o campeão brasileiro de League of Legends (7:09)

A sede do melhor time da atualidade na NBA e responsável por consecutivos títulos da liga, o Golden State Warriors, também se tornará o centro das atenções dos fãs de League of Legends - pelo menos neste final de semana: o campeão do split de verão da LCS NA será coroado em Oakland, Califórnia, EUA.

O atual campeão, Team Liquid, tentará replicar a dobradinha de títulos do Warriors ao enfrentar Cloud9, ex-campeão, cuja jornada nesta temporada foi uma escalada da última posição até a grande final.

A franquia da LCS de propriedade do Warriors, o Golden Guardians, não chegou à Oakland, mas isso não significa que o campeão da NBA não esteja nas mentes dos jogadores quando pisarem na casa de Stephen Curry e Kevin Durant no domingo. Com essas estrelas na cabeça, comparamos os mestres de Summoner's Rift com os atletas que estarão em quadra na próxima temporada da NBA na busca pelo tri.

YILIANG "DOUBLELIFT" PENG É STEPHEN CURRY

Quando se trata de jogar uma final de campeonato, Doublelift e o armador duas vezes MVP da NBA têm muito em comum. Enquanto esta é a segunda final consecutiva de Doublelift com o Team Liquid, também será sua sexta final consecutiva quando jogou a temporada inteira.

Doublelift se estabeleceu, até mesmo acima do ex-companheiro de equipe Soren "Bjergsen" Bjerg, como o maior jogador da liga. Ele liderou três equipes diferentes nos últimos três anos.

Há um problema, no entanto. Bjergsen tem quatro prêmios de MVP da liga. Curry tem dois. Doublelift? Zero. Nada. Apesar de ter concorrido várias vezes e estar perto de ser apontado o MVP da liga em 2018, o prêmio escapou de Doublelift por toda a sua carreira.

Isso, no entanto, deve mudar neste fim de semana, quando Doublelift se tornar o Atirador da seleção da LCS NA. Se ele levantar mais um título nacional sobre o C9 e receber o prêmio de MVP, tudo o que restará para Doublelift se solidificar como o melhor jogador de todos os tempos do League of Legends será a conquista do Mundial de League of Legends deste ano, na Coreia do Sul.

JAKE "XMITHIE" PUCHERO É KLAY THOMPSON

Nem sempre é fácil jogar em segundo plano do jogador que está em todos os outdoors. Enquanto Doublelift e Curry estão em todas as manchetes e publicidade, Thompson e Xmithie trabalham para garantir que seus parceiros estejam no topo.

Thompson estará como um dos melhores ala-armadores de todos os tempos, ao lado do melhor arremessador de todos os tempos a tocar em uma bola de basquete. Já Xmithie pode ser o melhor caçador nativo da história da NA LCS. Xmithie e Doublelift jogaram juntos no Counter Logic Gaming e se uniram uma vez mais este ano com grande impacto para a liga.

O objetivo de Xmithie - chegar ao mundial pela quinta vez em sua carreira - já está garantido graças a uma vitória contra 100 Thieves nas semifinais do LCS NA. A cereja do bolo? O título do split de verão. Doublelift pode continuar recebendo o confete se depender do jogo de Xmithie.

JUNG "IMPACT" EON-YEONG É KEVIN DURANT

Quando Impact jogar contra o C9, enfrentará adversários que conhece melhor do que seus atuais companheiros de equipe.

Impact foi o topo da Cloud9 no ano passado, e saiu durante a inter temporada depois que a equipe perdeu as semifinais do mundial de 2017. Embora parecesse óbvio que a Cloud9 traria de volta seu topo, a Team Liquid abriu sua carteira para arrebatar Impact de seu rival doméstico e construir uma equipe digna de ser a melhor da América do Norte. Como Durant, ele transformou um elenco estelar em uma força incontrolável.

Para adicionar ainda mais valor, Impact se torna um residente norte-americano após a temporada de 2018, o que significa que a adição dá ao Team Liquid ainda mais flexibilidade no próximo split se quiser preencher contar com outro estrangeiro em seu plantel.

A única diferença entre Durant e Impact é que Impact ganhou um título mundial antes de trocar de equipe. Impact se tornou campeão mundial em 2013 pela SK Telecom T1 antes de se mudar para a América do Norte em 2015 e jogar na região desde então.

GREYSON "GOLDENGLUE" GILMER É DRAYMOND GREEN

Green foi selecionado com a 35ª escolha geral do draft da NBA em 2012 pelos Warriors. O All-Star sempre carregou uma marca em seu ombro depois de ter sido preterido no draft para jogadores que mais estão na liga de basquete, e este peso, do tamanho de uma rocha gigante, é o mesmo que Goldenglue, da Cloud9, carrega nesta final.

Goldenglue tem sido, durante anos, mais um meme do que um jogador. Embora seja considerado um gênio em combate, suas atuações no palco principal deixaram muito a desejar. Várias equipes contaram com Goldenglue, sendo a recente a Team Liquid no ano passado, e todas esperavam que ele se tornasse o meio que todos acreditavam, mas a habilidade praticada nunca foi mostrada nos momentos decisivos.

Com a Cloud9, no entanto, Goldenglue finalmente começou a sair de sua concha. O jogador, durante a partida semifinal do Cloud9 com o Team SoloMid, ajudou seu time a voltar de um déficit 1-2 para derrotar a franquia mais vencedora na história do LCS NA. Goldenglue não foi a grande estrela nessas vitórias porque ele estava preso no controle de Malzahar por dois jogos seguidos, mas foi um momento que mudou sua carreira para sempre.

Ele venceu o TSM. Ele colocou Bjergsen com as costas contra a parede. Agora, quem sabe o que o futuro reserva para o jogador mais intrigante dos EUA?

DENNIS "SVENSKEREN" JOHNSEN É DEMARCUS COUSINS

Cousins, o mais novo signatário do Warriors, é um All-Star em busca de redenção. Depois de sofrer em janeiro de 2018 uma lesão que o tirou do elenco do New Orleans Pelicans durante a pós-temporada, ninguém queria dar a ele um grande contrato.

Então, para provar seu valor para a próxima temporada e ganhar um título no processo, ele se juntou ao Warriors para a temporada 2018-2019.

Svenskeren está em uma situação semelhante. Após inúmeras temporadas vencedoras na TSM, as coisas deram errado no mundial do ano passado. O campeão norte-americano, grande favorito a chegar à fase decisiva, nem sequer conseguiu sair da fase de grupos.

Isso fez com que o TSM apertasse o botão de reset, e Svenskeren foi uma das primeiras baixas. Desde que se juntou ao C9, o caçador dinamarquês tem tentado reconstruir a carreira que desmoronou quando se separou da TSM. Embora tenha perdido seu lugar de titular e tenha sido relegado a ficar no banco para a segunda metade do split de verão, ele foi o herói na vitória do C9 sobre sua antiga franquia na semifinal.

A história da redenção de Svenskeren pode ter outro rumo se a equipe decidir começar com o veterano depois de um desempenho estelar na semifinal.

BOK "REAPERTED" HAN-GYU É STEVE KERR

Ambos ex-jogadores. Ambos altamente respeitados em suas carreiras como jogadores e treinadores. Reaperted esteve com alguns dos melhores jogadores de League of Legends. Kerr jogou com Scottie Pippen e Michael Jordan. Ambos são às vezes criticados por suas escalações ou como lidam com jogadores, mas os resultados falam por si mesmos, e Reaper permaneceu firme em como lida com sua equipe.

Reaperted, como provou mais de uma vez, sabe o que está fazendo.

Seu currículo inclui a integração de três novatos em uma lista de jogadores em dificuldades, transformando sua equipe em baixa para a vencedora na melhor de cinco contra o TSM para se classificar para o mundial. Neste ponto, não importa o quão questionável seus movimentos pareçam, é difícil duvidar da qualidade de Reaper.