<
>

Rainbow Six está banindo instantaneamente jogadores que fazem discurso de ódio

Rainbow Six Siege é um FPS lançado pela Ubisoft em dezembro de 2015 Ubisoft

Em março, a Ubisoft começou a prestar mais atenção nos casos de interações tóxicas as partidas online de Rainbow Six Siege. Agora, jogadores que utilizam discurso de ódio estão sendo instantaneamente banidos do FPS.

Nos últimos dias, jogadores começaram a publicar em redes sociais que foram banidos instantâneos após utilizarem xingamentos racistas e homofóbicos. A Ubisoft confirmou a situação ao site PC Gamer, afirmando que este é o novo sistema de banimentos do jogo.

Segundo o código de conduta de Rainbow Six, o banimento serve para qualquer tipo de uso de linguagem e comportamento ofensivo, ameaças ou assédios. Além de banir jogadores das partidas online, o bloqueio também impede os modos Caça de Terroristas e jogos customizados.

Um vídeo gravado por um jogador mostra que o sistema não censura ou esconde as palavras ofensivas para os jogadores, mas que utilizá-las faz com que o jogador seja instantaneamente banido e retirado da partida.

O jogador banido, no entanto, tem chances de voltar ao game. O primeiro banimento dura apenas 30 minutos, enquanto a segunda e a terceira reincidências duram duas horas cada. Após a terceira vez, o jogador passará por uma investigação de conduta e poderá ser banido permanentemente do jogo.

Enquanto muitos jogadores criticaram a atuação da Ubisoft e a consideraram “um exagero”, a empresa não demonstrou nenhum arrependimento ao responder o público e acredita que está fazendo a coisa certa.

Em um tweet no qual um jogador reclamou que banir pessoas por utilizarem o termo “ni**a” em um jogo considerado maduro não é “focar em problemas reais”, a empresa apenas respondeu: “Lutar contra a toxicidade e limpar o ambiente do Siege é um problema muito real e importante”.