<
>

FalleN, coldzera e companhia oficializam criação da Yeah Gaming

Completa pela primeira vez no ano, SK terminou eliminada na final losers. Epicenter

A nova organização de Gabriel “FalleN” Toledo, Marcelo “coldzera” David e companhia foi finalmente oficializada. Após mais de 40 dias de espera, a dupla e seus demais sócios revelaram a criação da Yeah Gaming, revivendo um nome tradicional da década passada do Counter-Strike brasileiro.

O anúncio oficial aconteceu nesta sexta-feira (19). Além de FalleN e coldzera - que foi o último sócio do projeto -, a organização contará com investimento de Epitácio “TACO” Filho, Alessandro “Apoka” Marcucci, Wilton “zews” Prado e Ricardo “dead” Sinigaglia.

O último, inclusive, conhece a tag melhor do que ninguém. Foi dead quem fundou a “primeira versão” da Yeah em meados de 2004 e a defendeu até 2011, transformando-a em um das mais populares do país no Counter-Strike: Source.

Contando com a experiência e o investimento de diversos nomes do cenário, a organização terá foco no cenário nacional e já definiu duas de suas três escalações iniciais - o anúncio de ambas deve acontecer ainda nos próximos dias.

Especialidade dos chefes, o Counter-Strike: Global Offensive contará com um quinteto de figurinhas carimbadas do cenário: Caio “zqk” Fonseca, Guilherme “dukeN” Góes, Alexandre “xand” Zizi, Felipe “pavel” Costa e Felipe “delboNi” Delboni.

A princípio, como informado pelo site XLG, Ricardo “s1” Shinji faria parte da escalação, mas acabou deixando-a antes mesmo do anúncio e foi para a FURIA. Com isso, delboNi ficou com a vaga.

Já no Tom Clancy’s Rainbow Six Siege, a Yeah contratou a escalação da “Lanchonete e Suqueria do Xande”, formada por ex-membros da paiN Gaming. Além do nome peculiar, a LSX chamou a atenção nos últimos dias por conta da classificação para o Six Invitational, torneio internacional da modalidade.

O quinteto, treinado por Igor “igoorctg” dos Santos, é composto por João "yoona" Gabriel, Guilherme "Revo1Tz" Constancio, Gabriel "Fk" de Sousa, David "SpawNsss" Couto e Gabriel “gCR” Teixeira.

A terceira escalação será de League of Legends, mas os nomes ainda não foram definidos. A Yeah deve começar nas divisões menores, buscando uma vaga na próxima edição do Circuito Desafiante.