<
>

Fusion, Spitfire e Excelsior garantem vitórias no segundo dia da Overwatch League

Ji-hyuk "Birdring" Kim, uma das estrelas do London Spitfire na Overwatch League Blizzard

Um confronto entre o London Spitfire, um favorito ao título, e o Florida Mayhem deram início à primeira quinta-feira da temporada inaugural da Overwatch League. Aqui está o que aconteceu:

London Spitfire 3, Florida Mayhem 1

Na partida de abertura da Semana 1, Dia 2 da primeira etapa da Overwatch League, o London Spitfire obteve uma vitória decisiva por 3-1 sobre o Florida Mayhem na Blizzard Esports Arena em Los Angeles.

O jogo 1 em Dorado mostrou um vislumbre do que o Florida Mayhem pode ser, apesar do esquadrão de apenas seis jogadores: decisivo, coordenado e letal. Ele repetidamente empurrou o Spitfire para a defesa e conseguiu segurar o ponto 2 no último minuto. No ataque, o Mayhem se beneficiou de um flanco profundo por parte da Widowmaker de Kevyn "TviQ" Lindstrom, e mostrou uma excelente priorização de alvo nos suportes do London, que levou o Florida para uma surpreendente vitória no Jogo 1. No entanto, no jogo 2, London começou a levar o adversário a sério. O time conseguiu vencer o ataque no Templo de Anubis sem esforço e foi uma parede firme que o Mayhem não conseguiu penetrar na defesa.

Mesmo depois da derrota, o Florida Mayhem começou forte no jogo 3 em Oásis trazendo a mortal linha de tanque Orisa/Roadhog. Uma falha do Mayhem, porém, era que o time dependia do gancho de Roadhog para encontrar abates. London, por outro lado, encontrava os jogadores do Mayhem repetidamente, mantendo-se vivo o suficiente para obter uma vantagem de números, e o Spitfire levou Oásis por 2 a 0.

Quando o jogo 4 começou em Numbani, era evidente que o London Spitfire havia dissecado o estilo de jogo do Flórida Mayhem. A estrela DPS do London e MVP da série Ji-hyuk "Birdring" Kim foi quase intocável de Soldier: 76 e Genji e quebrou a ofenda do Florida. Na defesa, o London Spitfire utilizou uma defesa baixa para permitir que o adversário fosse até eles. Uma vez que o Florida apareceu, tudo que o London precisava era de um reengage no adversário, que desmoronou sob a pressão, enquanto London fechava o placar com a vitória de 3 a 1.

O Florida tentará se recuperar para enfrentar o Boston Uprising à meia-noite de sexta-feira (12) para sábado (13), enquanto London se prepara para enfrentar o Philadelphia Fusion às 17h no sábado (13).

- Liam Craffey

Philadelphia Fusion 3, Houston Outlaws 2

O Philadelphia Fusion Fusion fez sua estreia na Liga Overwatch e provou seu valor competitivo contra o Houston Outlaws em uma vitória por 3-2.

Sendo a única equipe a perder a pré-temporada, o Fusion tinha muita coisa em jogo nessa série. Ele também entrou na disputa como uma mercadoria desconhecida para a maioria dos fãs, mas não decepcionou com sua jogabilidade desconexa contra uma equipe amplamente considerada entre as cinco melhores da liga.

As coisas começaram quentes com a dupla de Lee "Carpe" Jae-hyeok e George "Shadowburn" Gushcha do Philly jogando com suas assinaturas, Tracer e Genji, respectivamente, em Dorado. O Houston se viu cercada quando Shadowburn e Carpe rasgaram suas defesas frontais e traseiras com facilidade. Quando os lados mudaram e os Outlaws foram ao ataque, a verdadeira natureza desta série foi revelada: ela seria uma batalha de adaptabilidade.

Em toda a série, ambos os lados trocaram papéis enquanto tentavam aproveitar buracos nas defesas do outro. A dupla de DPSs do Houston Outlaws, Jacob "Jake" Lyon e Jiri "Linkzr" Masalin, realmente mostraram sua flexibilidade nesse papel, com Linkzr sozinho conquistando a Colônia Lunas Horizon graças à sua mira certeira com McCree e Widowmaker.

Por outro lado, Carpe e Shadowburn pareciam estar satisfeitos com Tracer e Genji, com Carpe mudando para Widowmaker em algumas ocasiões para abrir o mapa para seu time. Quando Philly precisava de grandes peças, Shadowburn era mais do que capaz de assumir o papel, usando duas excelentes Lâminas do Dragão como Genji no jogo 4 em Eichenwald para causar estragos. Mas, no final, Houston forçou um jogo 5.

O talento que Carpe e Shadowburn mostraram, e uma falta de coesão dos suportes e tanques de Houston, roubaram o show no mapa decisivo. A habilidade dos dois permitiu que o Fusion superasse os Outlaws em um desempate na Torre Lijiang para garantir a vitória por 3-2.

Tanto o Philadelphia Fusion quanto o Houston Outlaws jogarão sua próxima série no sábado (13). O Philadelphia Fusion vai jogar primeiro contra o London Spitfire às 17h, enquanto o Houston enfrentará o New York Excelsior às 19h.

- Christiaan Kutlik

New York Excelsior 3, Boston Uprising 1

Em uma partida muito antecipada, o último capítulo da rivalidade da Nova Inglaterra foi favorável ao New York Excelsior, que fechou a quinta-feira da Overwatch League com uma vitória de 3-1 sobre o Boston Uprising.

Pouco antes da temporada inaugural começar, alguns consideraram o Uprising como uma equipe de nível inferior, com a crítica mais comum sendo feita à falta de poder estelar. Enquanto Boston mostrou que é certamente uma equipe atrapalhada que tem potencial de conquistar vitórias inesperadas, ele simplesmente não conseguiu acompanhar o poder das estrelas da NYXL.

Curiosamente, a maior estrela de Nova York, o DPS Kim "Pine" Do-hyeon, jogou apenas no jogo 3 em Ilios, mas levou a equipe a uma impressionante vitória por 2 a 0 no mapa como McCree, fazendo jogadas dignas de destaque em sua única aparição.

Como essa série demonstrou, a maior falha do Boston parece ser uma falta de adaptabilidade, já que a equipe aparenta saber apenas como executar o tradicional dive de Genji/Tracer. É necessário admitir, entretanto, que as estratégias do Boston foram o suficiente para garantir uma vitória no jogo 2, na Colônia Lunar.

Uma vez que o NYXL se adaptou e utilizou composições de equipe para combater o dive adversário, no entanto, Boston foi repetidamente atropelada quando tentava um engage, eventualmente saindo da série com um péssimo desempenho no jogo 4, em Numbani. Enquanto Boston voltará para a mesa de desenho, Nova York continuará buscando o desenvolvimento do time sem depender somente da habilidade ridiculamente forte de Pine, já que ele sozinho não será suficiente para derrubar alguns titãs da liga.

Boston jogará à meia-noite de sexta-feira (12) para sábado (13) contra o Florida Mayhem, enquanto o New York Excelsior se prepara para enfrentar o Houston Outlaws às 19h no sábado (13).

- Noah Waltzer