<
>

Devo e M1rage não são escalados pela Red Corinthians na 1ª etapa do CBLoL

Primeiro reforço, coreano deixou clube dois meses após ser contratado Divulgação / Red Canids Corinthians

Dois dos reforços da Red Canids Corinthians para a temporada competitiva deste ano do League of Legends, o atiradorJefferson "Soul Devouver" Aguiar e o sul-coreano Kwon “M1rage” Noh-hoon não foram inscritos na primeira etapa do Campeonato Brasileiro (CBLoL). Isso porque, segundo apurou o ESPN Esports Brasil, os dois jogadores não fazem mais parte da organização.

Fruto das categorias de base da CNB e-Sports Club, Soul Devouver foi uma das muitas novidades apresentadas pela matilha no dia 11 de dezembro. No entanto, de acordo com informações obtidas pela Reportagem, menos de um mês após ser anunciado, o atirador acabou sendo dispensado pelo clube e já não se encontra mais na gaming house da organização.

Procurada pelo ESPN Esports Brasil, a Red Canids Corinthians, por meio da assessoria, disse que vai se “pronunciar em breve" sobre a situação de Soul Devouver. Sem maiores detalhes, o diretor executivo do clube, Felipe Corradini, afirmou no Twitter, nesta quinta-feira (11), “saber que precisamos tocar em alguns assuntos com vocês” e que a organização está "correndo com tudo para poder dar as devidas explicações". O CEO aproveitou ainda para revelar que um novo anúncio será feito na sexta-feira (12), às 14 horas.

Primeiro reforço apresentado pela Matilha, em outubro passado, M1rage, também não faz mais parte da equipe. A saída do jogador havia sido anunciada no dia 11 de dezembro, junto com as contratações dos também coreanos Park "Winged" Tae-jin (Caçador) e Kim "Sky" Ha-neul (Meio). Na época, a organização afirmou que o ex-Ninjas in Pyjamas passaria por testes e faria ponte com outros profissionais da Coreia do Sul. A Red Canids Corinthians, porém, nunca divulgou o desligamento do jogador do time nas redes sociais.

Desde o ano passado, o clube vem revelando a intenção de contar com um elenco formado por dez jogadores na primeira etapa do CBLoL 2018. A estratégia já foi utilizada por equipes do cenário internacional, como a norte-americana Team Liquid. Além de Soul Devouver, a Matilha conta com outro topo ex-CNB: Pedro “LEP” Marcari, contratado no início de novembro passado para substituir Leonardo “Robo” Souza, que, após negociar com o Flamengo eSports, acabou indo defender os Blumers.

A lista de jogadores inscritos pela Matilha para a primeira etapa do CBLoL 2018 conta com oito nomes: LEP, Winged e o também caçador Carlos "Nappon" Rücker, Sky e o meio português Francisco “Xico” Antunes, o atirador Gustavo "Sacy" Rossi e os suportes francês Hugo “Dioud” Padioleau e brasileiro Victor “Cabu” Rangel. O coreano Lee “icarus” In-cheol será o treinador-chefe, enquanto o israelense Ram "Brokenshard" Djemal desemepnhará a função de treinador estratégico.

ENTRADA POLÊMICA

A vinda de M1rage para o Brasil foi cercada de polêmicas. Antes mesmo de ingressar na Red Canids Corinthians, o sul-coreano foi taxado de farsa por profissionais do cenário internacional. Um dos críticos foi o ex-analista da INTZ, Renato “Shakarez" Perdigão. Assim que o jogador foi anunciado como novo integrante da Matilha, o português disse no Twitter: “O cara era Low Diamond mas compra/arranja contas high elo. Ele alegadamente usou uma dessas contas para entrar na NiP. Depois a NiP / o jogador esclareceu que o cara foi contratado como tradutor. Esse cara é o M1rage”.

A organização brasileira respondeu o comentário dizendo que estava ciente e “acompanhou todas as mensagens referentes à chegada do novo jogador e faz questão de informar que o mesmo foi muito bem recomendado por várias pessoas do cenário internacional de League of Legends".

O clube afirmou ainda que M1rage tinha como objetivo ser um jogador reserva pois “os titulares ainda estão para chegar, e a presença de um jogador coreano no time que fale bem inglês é muito importante para que ele possa servir de ponte" e finalizou revelando que o coreano "chegou à Red Canids para um período de tryouts e sua permanência no país dependerá dos resultados obtidos pelo jogador nesses treinamentos".