<
>

Nove vezes campeão mundial de rali, Loeb abandona Dakar; Peterhansel lidera

Nove vezes campeão mundial de rali, Sébastien Loeb deu adeus ao Rali Dakar e ao sonho de conquistar o título pela primeira vez. Nesta quarta-feira, ele foi obrigado a abandonar a tradicional prova após Daniel Elena, seu navegador, sofrer uma lesão ainda antes do km 50 da quinta etapa, disputada entre San Juan de Marcona e Arequipa, no Peru.

O francês saiu na frente no estágio desta quarta-feira após conquistar sua 10ª vitória no Dakar na última terça. Após parar por meia hora devido a problemas técnicos, seu Peugeot ficou preso em uma duna e ele perdeu mais duas horas esperando por assistência. O piloto foi ajudado por um caminhão e continuou na prova, mas com seu navegador Daniel Elena sofrendo com dores após uma lesão no cóccix, a dupla foi forçada a abandonar.

Loeb disputava pela terceira vez o Dakar. Ele foi 9° colocado em 2016 e segundo em 2017. Agora, tinha chances reais do primeiro título, já que abriu o dia na segunda colocação.

Com o multicampeão fora da disputa, seu companheiro de equipe da Peugeot, Stephane Peterhansel foi o mais rápido no quinto dia. O 13 vezes campeão do Dakar bateu seu rival mais próximo – Bernhard Ten Brinke da Toyota – por quase cinco minutos. Carlos Sainz, também piloto da Peugeot, ficou preso nas dunas logo no início e viu a distância para seu companheiro na classificação geral aumentar para meia hora.

O estágio de hoje marcou o fim da perna peruana do Dakar. Nesta quinta-feira, a prova começará sua fase de alta altitude, indo para a capital boliviana, La Paz.