<
>

Sport acaba com time feminino, dispensa jogadoras, mas consegue parceria de última hora e disputa Brasileiro

Em fevereiro, o Sport anunciou que estava encerrando as atividades do time feminino por conta das grandes dívidas do clube. Em entrevista ao espnW.com.br na última quarta-feira (15), Milton Bivar, presidente do time, confirmou o encerramento e também, o envio de um comunicado a CBF que, por sua vez, afirmou não ter recebido nenhum ofício.

Por conta disso, o time do Sport ainda consta na tabela do Campeonato Brasileiro Série A-1 e tem data prevista de estreia para a próxima quarta-feira (20) contra o São Francisco (BA).

Acontece que a extinção do time feminino, infringia diretamente um regulamento que poderia causar duras penas para o time masculino. Segundo informou ao GloboEsporte.com, Evandro de Carvalho, presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), o ofício realmente não foi enviado à CBF por uma falta de comunicação.

Sendo assim, a desistência das Leoas da competição seria julgada pelo STJD por estar indo contra o Artigo 22 da competição e findaria a pena prevista no Artigo 61 do Regulamento Geral das Competições, que diz:

“Art. 61 - Se uma equipe abandonar uma competição ficará automaticamente suspensa durante 2 (dois) anos de qualquer outra competição coordenada pela CBF.
Parágrafo único - Entende-se como abandono aquele Clube que desistir de disputar uma competição após a publicação oficial da tabela e regulamento correspondente do prazo legal estipulado pelo EDT”

Novamente em contato com o espnW.com.br, Milton Bivar confirmou a não desistência do time do Sport em disputar a série A-1 do Campeonato Brasileiro e regrediu na decisão de acabar com o time feminino.

Segundo o presidente, a prefeitura de Ipojuca, cidade que fica a cerca de 43km da capital de Pernambuco, já tem um time e se juntará ao Sport para reformular o time feminino e também, cumprir com as obrigações exigidas pela CBF.

“Ipojuca já tem um time. Com isso, estamos pedindo para buscar algumas atletas nossas que estão aqui por perto para virem conosco também. Tínhamos mais de 30 atletas e algumas não estavam ainda encaixadas no time. Assim, elas poderão voltar”, confirmou Milton.

Com dois títulos pernambucanos, o presidente também garantiu um bom time para o futuro: “estamos andando e a coisa está indo muito bem. Vamos colocar um time muito bom para representar o futebol feminino no estado”, finalizou.