<
>

Uma das principais judocas da delegação brasileira, Mayra Aguiar pode fazer história no Mundial de Baku

Mayra Aguiar pode conquistar o terceiro ouro em mundiais Getty Images

Primeira atleta brasileira a conquistar duas medalhas olímpicas em um esporte individual ao vencer o bronze nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. No mundial de Judô, duas medalhas de bronze (2011 e 20130, uma de prata (2010) e duas de ouro (2014 e 2017). Com esse histórico, Mayra Aguiar pode ser a primeira brasileira a vencer o tricampeonato mundial, que tem início no dia 20 de setembro.

A atleta do Sogipa é uma das principais judocas da delegação brasileira, ocupando a 5ª colocação do ranking e parte para Baku, no Azerbaijão, em busca do seu terceiro título mundial. Aos 27 anos, Mayra subiu duas vezes no pódio olímpico em três participações e, no mundial, teve sete participações e subiu cinco vezes ao pódio.

Ela entrou na seleção brasileira precocemente aos 14 anos e, com o tempo, foi acumulando experiência, participando também do Mundial Júnior, onde subiu quatro vezes ao pódio em quatro participações.

Além de Mayra, o Brasil tem outros 21 representantes, onze mulheres e são elas:

- Gabriela Chibana (48kg), 26º do ranking, primeira vez no mundial;

- Érika Miranda (52kg), 4º do ranking, já esteve em outras oito edições do mundial;

- Jéssica Pereira (52kg), 7º do ranking, primeira vez no mundial;

- Rafaela Silva (57kg), 9º do ranking, nona vez no mundial, campeã em 2013;

- Ketleyn Quadros (63kg), 24º do ranking, quinta participação no mundial;

- Maria Portela (70kg), 1º do ranking, sétima participação no mundial;

- Maria Suelen Altheman (+78kg), 4º do ranking, sexta participação no mundial;

- Beatriz Souza (+78kg), 8º do ranking, segundo mundial;

- Tamires Crude (57kg), 34º do ranking, estreia no mundial;

- Ellen Santana (70kg), 72º do ranking, estreia no mundial.

Parte dos atletas já estão em Paris para aclimatação. O Mundial de Baku tem início no dia 20 de setembro e vai até o dia 27.